O facto de existirem tantos jogos de zombies e do fenómeno ter passado um pouco de moda não ajuda a Dead Alliance, as comparações são inevitáveis, contudo, alguns jogos, como por exemplo, Shadow of Mordor já nos fez crer que por vezes retirar boas ideias de outros jogos pode funcionar.
O jogo é mais um shooter com zombies à mistura, na primeira pessoa, onde nos vemos num futuro pós-apocalíptico, que por vezes nos faz lembrar o modo introduzido em Call of Duty, mas mais veloz. O caos de ter jogadores de ambos os lados, visto que se foca no modo PVP, e depois uma carrada de zombies por todo o lado, pode ser super divertido, porque nem sabemos para onde nos virar e a acção pode estar efectivamente ao virar da esquina. Temos os tradicionais modos Team Deathmatch, King of the Hill ou Capture and Hold, sendo que a solo também podemos jogar contra a Inteligência Artificial e tentar sobreviver a ondas de inimigos, fez-me lembrar o modo Hordes de Gears of War.
A nível de armamento estamos bem recheados, da potente, e talvez mais arcaica, besta até às normais armas de assalto que encontramos neste tipo de jogo, sendo que temos aqui uma das coisas mais giras que encontrámos no jogo, o facto de podermos controlar zombies para se tornarem nossos camaradas e atacar e nos defender. Para isso basta mandar uma granada, por exemplo, para que controlemos vários, a PAM, ou então apenas um deles, a Enrager dando-lhes mais poder e energia. Ainda os podemos usar como isco para que outros venham ter com eles e depois reduzimos todos a pó.
Dead Alliance tem boas ideias, mas o inferno está cheio delas, e neste caso há várias coisas que falham, nomeadamente a falta de precisão nos controlos, a sensibilidade desajustada parece que nunca estamos a controlar muito bem a nossa personagem, adicionando a isso a falta ou o horrível auto-aim que o jogo tem, faz com que estejamos muitas vezes a lutar com o nosso próprio boneco para conseguirmos acertar em alguém. Para além disso nas sessões em que estive estava ainda por cima a lutar contra fantasmas, jogadores que se teleportavam devido à terrível lag fez-me perder a paciência. Isso e o facto de a história ser super linear, sem qualquer tipo de enredo e repetitivo.
A falta de paciência pode de alguma forma ter-me feito olhar para outros aspectos com maior cuidado para tentar encontrar pontos fortes em outras características, mas Dead Alliance não deslumbra na componente visual, é competente a nível de texturas, sem deslumbrar, mas a quebra de FPS é um pouco mais díficil de engolir, é demasiado constante, ou melhor inconstante e aliado à lag e aos teleportes fica complicado…
Dead Alliance acaba por ter boas ideias, e muito para fazer online ou a solo, apesar de repetitivo, mas fica aquém devido à sua inconsistência online. Se gostam de jogos de zombies, vão até gostar deste, mas se calhar quando sair uns updates que ajudem as questões de latência.
3.0

Sim

  • Muito por explorar
  • Poder comandar os zombies é divertido
  • Multiplayer caótico mas divertido

Não

  • Lag nas sessões
  • Auto aim e sensibilidade da mira bastante fraca
  • Graficamente poderia estar mais refinado
Publicado
Visualizações 276