Finalmente Call of Duty (COD) regressou ás suas origens após alguns títulos futuristas que os jogadores não aderiram tão bem. Mas o que passou já está enterrado….ou não… Só o título do novo jogo da Activision esclarece logo o tema. World War II (Segunda Guerra Mundial) é um marco histórico que é conhecido minimamente por todos. Embora seja um tema já muito utilizado no mundo dos video-jogos, acho que é algo que é sempre bem vindo, principalmente em Call of Duty que é um titulo que já abordou este tema em 2002, em Call Of Duty 2. A lista de jogos que trazem a segunda grande guerra ao mercado dos video jogos é vastíssima, uns muito bons outros nem tanto e Call of Duty WWII é sem duvida um jogo que vai ficar na memória dos jogadores.

Existem inúmeras razões para este First Person Shooter ser um jogo que volta a acender a chama de COD. Para ser honesto senti que este título entra com tudo e isso é algo que fascina se não estivéssemos a falar do desembarque na Normandia. Pois é, COD WWII começa com a maior invasão através do mar nunca mais vista até hoje. Onde os Estados Unidos, Reino Unido e os Aliados invadiram a França ocupada pelos Alemães em 1944. Com isto, podemos concluir que neste título “só” jogamos o ultimo ano da segunda grande guerra. Aqui, fico um pouco triste porque o jogo não é continuo, isto é, acabamos uma missão e vamos logo para outro local.

 

 

Mas para não haver um contraste tão grande, achei deliciosa a ponte que é feita quando acabamos as missões. Quando acabamos, somos brindados com cutscenes unicamente brilhantes, que dá para ver que a Activision quis mesmo ser rigorosa a mostrar como se passou este ultimo ano desta guerra. Para além das cutscenes são apresentados arquivos históricos desta data que se encaixam de uma forma genial em Call of Duty WWII.

Se no modo campanha pode se sentir que vale a pena jogar este Call Of Duty, o modo multiplayer online é a cereja no topo do bolo. Antes de começares a disparar contra tudo e todos, neste modo vaais ter de escolher uma Divisão, em que cada uma delas tem uma especialização. As cinco especializações diferentes são :

  • Infantry;
  • Airborne;
  • Armored;
  • Mountain;
  • Expeditionary.

Com estas divisões vais com certeza encontrar alguma que te encham as medidas. Algo que não vai ser motivo de preocupação é o simples facto de teres à tua disposição uma lista enorme armas desta altura histórica. Estas armas podem ser personalizadas em beleza e em performance. Independentemente do tipo de personalização, vais ter de desbloquear os items para o efeito, tal com as armas. Resumindo, grande parte do equipamento que terás é graças ao teu esforço para teres armas mais adequadas à tua maneira de jogar e com o teu estilo visual.

 

 

Depois de teres feito esta escolha complicada, vais entrar num lobby que vais poder fazer muitas coisas, como ver o teu correio, aceitar desafios, ver alguns vídeos sobre este jogo, treinares a tua pontaria entre outros. Isto é tudo muito bonito, mas o mais interessante é estar dentro do campo de batalha e descarregar lá todas a energias negativas. Pois bem vais poder contar com sensivelmente uma dezena de tipos de jogo, contando com os conhecidos Team Deathmach , Free-for-All, Capture the Flag e outros, o que se realça o War Match. Este é o modo de jogo mais completo desta lista, onde podes atacar e defender territórios mas com a agravante de teres objectivos. Mas a diversão não acaba por este modo, os mortos-vivos vieram para ficar e em WWII temos como alvo, Zombies Nazis. Este é mesmo um modo a ser jogado com vários jogadores, é o modo mais divertido, mas que após algum tempo se torna repetitivo, o que é algo que me faz torcer o nariz.

Um aspecto que não se deve esquecer e que é muito importante para referir é que se tiveres elementos da tua família, ou amigos em tua casa que gostam deste FPSs vais poder jogar em Split-screen com eles. Vais poder fazer equipa com eles ou então se quiseres ver quem é o melhor também podem jogar todos uns contra os outros, o que vai igualmente trazer muita diversão e competitividade em casa, o que é sempre bom se não houver ninguém com mau perder.

 

 

Algo que também é importante mencionar é os gráficos que Call of Duty WWII traz aos jogadores. A qualidade gráfica está num nível extraordinário e se isso não bastasse esta qualidade gráfica de topo, este FPS conta com cenários bastante detalhados e muito bem recriados, nota-se o empenho que houve nos estúdios da Activision teve para “renascer” a marca Call of Duty. Outro ponto igualmente bom, mas que poderia estar diferente é a banda sonora. Apesar de estar muito bem orquestrada e poderosa, quando a ouvimos ficamos com a sensação de já termos ouvido em algum lado. Já os efeitos sonoros estão bastante bem trabalhados e juntamente com uns gráficos formidáveis e com uma jogabilidade robusta faz com que este jogo fique marcado no mundo, positivamente é claro.

Resumindo e concluindo, soube mesmo bem poder voltar a jogar Call of Duty como os velhos tempos. Se quando vi o trailer de apresentação deste novo jogo fiquei todo babado, a jogar foi ainda melhor. Apesar de os anteriores títulos de COD não terem sido muito bem sucedidos, WWII é um jogo que sinto que veio na altura ideal, para dar novamente alegria a quem tinha perdido a esperança no rumo desta franquia. De modo geral temos um jogo cheio de qualidade e como já referi anteriormente nota-se todo o trabalho dedicado pelas as equipas da Sledgehammer Games e da Raven Softwares. Terem pegado na segunda guerra mundial como tema principal foi uma escolha sábia, porque é algo que os jogadores gostam, porque foi algo real, e que pode ilustrar esta altura histórica. Mesmo assim, penso que podiam ter abrangido mais momentos desta grande guerra, afinal de contas o títulos do jogo é World War II (Segunda Guerra Mundial) e não o ultimo ano da segunda guerra. Para os aficionados em FPSs este é um jogo a adquirir.

4.5

Sim

  • Um grande regresso as origens.
  • Gráficos e efeitos sonoros muito bem trabalhados.
  • O novo modo War vai fazer que fiques muito tempo a jogá-lo.
  • É sempre bom jogar com amigos ou familia em casa.

Não

  • Sendo um jogo da Segunda guerra mundial, podia ter mais conteudo.
  • Banda sonora boa, mas repetitiva.
Published
Views 199

Leave a Reply

Ir para a barra de ferramentas