Análise: Os DLCs de Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia

No dia de lançamento de Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia foi lançado também o seu Season Pass, composto por 5 DLCs e lançados ao longo destes últimos dois meses, sendo que o ultimo destes foi lançado no dia 22 de Junho.

Uma vez que adorei o jogo, como devem ter percebido pela anterior análise, decidi explorar estes 5 DLC e perceber o que nos poderiam trazer de novo. Antes de mais, não posso deixar de referir como é estranha a forma como podemos aceder a estes conteúdos. Ou seja, é necessário terem iniciado a história do jogo, estarem no seu mapa (caso contrário não é possível acederem aos conteúdos), irem até ao seu menu, à opção Connect e finalmente em Manage DLC. Aí têm a opção de comprar os DLC ou jogá-los (caso já os tenham adquirido).

Vamos então falar dos DLCs. O primeiro foi lançado a 19 de Maio juntamente com o próprio jogo, com o nome Fledgling Warriors Pack e oferecendo três conteúdos. O primeiro deles é The Astral Temple, uma dungeon onde o objectivo é explorarem e conseguirem novos itens para os vossos personagens. O segundo deles é Band of Bandages cujo propósito é ganhar experiência e indicado especialmente para os momentos em que estão com dificuldades para passar alguma parte do jogo e precisam de subir os vossos personagens de nível. Por fim, temos Wretches and Riches, e aqui é onde vocês poderão conseguir imenso dinheiro, o que é bastante útil para melhorarem as vossas armas nas diversas vilas que vão encontrando pelo mapa. Como é fácil perceber, este DLC dá-nos as condições ideais para melhorar as diversas componentes dos nossos personagens no jogo, tanto a nível de itens, como subir de nível e conseguir dinheiro. Convém referir também que estes três conteúdos são todos de um nível de dificuldade bastante baixo, o que significa que é bastante útil para quem ainda está no início do jogo e procura um certo empurrão.

O segundo DLC, Undaunted Heroes Pack, foi lançado a 25 de Maio, e mais uma vez oferece-nos três conteúdos. Este conteúdo, ao contrário do anterior, serve para jogadores que já estejam num nível bastante superior, sendo que a dificuldade é muito maior e os vossos personagens terão de estar preparados para as lutas que vão encontrar. Vamos então aos conteúdos: o primeiro deles é Wealth Before Health, um mapa onde o vosso objectivo é conseguirem aumentar a vossa riqueza no aspecto de moedas e também melhoram os níveis dos vossos personagens, visto que também ganham bastante XP nestas lutas. O segundo conteúdo chama-se Inner Sanctum e é uma dungeon  onde o objectivo principal é adquirirem itens. Por fim temos Lords of the Grave, que dos três conteúdos, será aquele dedicado a ganharam XP e melhorarem o nível dos vossos personagens. Em suma, essencialmente um mapa de combate.

O próximo DLC, lançado também no dia 25 de Maio, e para mim, um dos melhores tendo em conta o conteúdo oferecido. Chama-se Lost Altars Pack e trás 10 novas classes que os vossos personagens podem alcançar. Com isso, ganharam uma nova habilidade como acontece sempre que mudam de classe e convém informar que para o conseguirem, os vossos personagens tem de estar a nível 20 e com a classe mais alta que podem ter. Para dar uns exemplos, para colocarem Celica com a classe de Rigain é necessário esta estar a nível 20 e com a classe Princesses adquirida.

No dia 1 de Junho foi lançado o quarto DLC com o nome de Rise of the Deliverance Pack. Trata-se de quatro novos conteúdos e prequelas à história principal do jogo. São batalhas que aconteceram antes de Alm se juntar aos Deliverance, sendo a primeira delas a Battle of Zofia Harbor, onde nos veremos obrigados a salvar Slayde e temos como personagens principais Clive e Fernand. Ao completarem esta batalha terão acesso a duas novas Memory Prisms. A segunda batalha é a de Outpost Rescue, com os personagens Lukas, Forsyth e Python. Já a terceira batalha chama-se Flight from the Ruins e aqui contarão com Clair e Mathilda como as personagens principais, e mais uma vez, ao completarem esta batalha, terão direito a numa nova Memory Prisms. Por último, temos Flight from the Ruins, como protagonistas todos os heróis dos anteriores conteúdos (Clive, Fernand, Lukas, Forsyth, Python, Clair e Mathilda) e claro o nosso inimigo não podia deixar de ser Slayde.

O último DLC do Season Pass é Cipher Companions Pack e foi lançado no passado dia 22 de Junho. Trás dois novos conteúdos: o primeiro é Cipher Legends I (mais uma vez é um mapa onde irá ocorrer uma batalha) onde encontraremos dois novos personagens que vamos ajudar – Emma e Randal. No final da batalha, caso saiam vitoriosos, estes dois juntam-se ao vosso grupo de heróis. O segundo conteúdo deste DLC tem o nome de Cipher Legends II e tal como no primeiro, trata-se de mais um mapa de batalha onde vão encontrar mais dois personagens Shade e Yuzu, neste caso Shade encontra-se possuída por um demónio e teremos de ajudar Yuzu a conseguir libertar Shade. Ao completarmos a batalha mais uma vez estas duas heroínas juntam-se ao nosso grupo.

Outro aspecto que tenho de referir é que existe mais um DLC, este gratuito e com o nome de Mila’s Bounty, onde vocês recebem um presente para usarem nos vossos personagens do jogo. Além disso, para quem adquirir os amiibos de Alm e Celica irá receber por cada um dos amiibos uma nova dungeon que pode ser jogada quando usam esses amiibos. Para finalizar convém lembrar que estes DLC podem ser comprados separadamente ou a partir do Season Pass e com isso obter um excelente desconto.

Concluindo, os 5 DLC são um bom acréscimo ao jogo, permitindo viver novas aventuras, adquirir itens e subir os nossos heróis de nível muito mais rapidamente. Isto irá permitir concluir o jogo de um modo mais facilmente. Como é óbvio, o primeiro DLC só vale a pena para quem ainda está no início do jogo ou pensa finalizá-lo novamente.

 

Publicado
Categorias Análises Nintendo
Visualizações 52
Ir para a barra de ferramentas