Se nos quisermos lembrar de personagens “fofinhos” nos videojogos, provavelmente, o primeiro que nos virá à cabeça é Kirby. Aquela figura gordinha e cor de rosa que engole tudo o que está à sua frente, apenas sugando o ar. Ao longo dos anos esta tem sido uma das franquias com maior sucesso, com exclusivos na família da Nintendo 3DS ultimamente, mas que agora chega à Nintendo Switch com Kirby Star Allies. Mais uma vez a equipa da HAL Laboratory foi quem desenvolveu o jogo.

Como acontece normalmente nos jogos de Kirby, a história mantém-se simples: uma criatura desconhecida fez um feitiço que enviou diversos corações negros e outros cor-de-rosa para o universo, escusado será dizer que todos aqueles que foram atingidos por corações negros tornaram-se criaturas más, enquanto os que foram atingidos por corações cor-de-rosa ficaram criaturas dóceis e amigáveis. Obviamente que Kirby foi um dos atingidos, e claro, por um coração cor-de-rosa. Por isso mesmo está nas nossas mãos salvar o universo deste ataque e derrotar todos aqueles que por um coração negro foram atingidos.

O modo campanha de Kirby Star Allies é vista de lado, sendo um jogo de plataformas todo ele em 2.5D. Ou melhor, todo ele é visto em 2D, mas com aquele efeito de profundidade que nos dá a sensação de um falso 3D. Como é hábito neste tipo de jogos, ao longo do nosso percurso vamos encontrando diversos inimigos, e se normalmente nos outros jogos de Kirby sugávamos os inimigos para depois os expirarmos contra outros, este jogo apresenta-nos outras novidades: a primeira das quais tem a ver com o coração cor-de-rosa pelo qual fomos atingidos, pois agora Kirby é capaz de mandar corações cor-de-rosa contra a maioria dos seus inimigos de forma a que se tornarem instantaneamente em seus amigos, e podem ter até 3 personagens a acompanhar-vos nesta aventura.

Mas existem outras novidades. Além de podermos transformar inimigos em amigos, também é possível adquirir as suas habilidades, isto é, agora Kirby tem a possibilidade de usar espadas; vassouras para varrer tudo o que encontra pela frente; e mesmo a capacidade de adquirir umas asas e voar ainda mais rápido do que o normal. Tudo isto de acordo com o inimigo que vocês roubam a sua habilidade. Além de tudo isso, é possível criar ataques fortíssimos, e para isso basta Kirby mandar o seu grupo combinar todos os seus ataques, sendo possível por exemplo ter espadas de fogo, de água, criar um guarda-chuva gigante para proteger todos de pedras que podem cair do ar, e até encavalitarem-se uns em cima dos outros e formar uma bola que destrói tudo o que encontra à sua frente. A HAL Laboratory não se poupou em termos de imaginação.

Ao longo dos diversos níveis existem alguns quebra-cabeças, e podem ser passados usando a equipa correcta. O que não é difícil, visto que a maioria das vezes todos os tipos de personagens que precisamos estão ali por perto, e basta para isso pensar um bocadinho (não muito) e perceber exactamente quem nos é essencial. Esses quebras-cabeças servem essencialmente para duas coisas: apanharmos peças de puzzles para desbloquearmos ilustrações que podemos ver na galeria, ou para encontrarmos uma espécie de botão que irá desbloquear níveis secretos. Os jogadores com amiibos têm a tarefa facilitada no que toca à parte da galeria, pois por cada nível que jogarem podem usar 7 amiibos, e cada um deles além de diversas coisas irá dar-vos uma peça de puzzle.

Por último a componente mais engraçada, ou seja, a oportunidade de jogarem em co-op com os vossos amigos. Podem ser até 4 jogadores no total, e cada um irá ser um dos elementos da equipa. Bastando o jogador que estiver com Kirby mandar os corações aos adversários, e os outros jogadores entram na partida mal isso aconteça. A verdade é que esta é a maneira mais divertida do jogo ser jogado. Caso não tenham um amigo por perto, a inteligência artificial (IA) faz o trabalho por vocês. E se existem casos em que falamos extremamente mal da IA, aqui acontece precisamente o contrário. A IA está tão bem feita que quase faz o trabalho todo por nós, e às vezes chega a ser tão eficiente que nem temos tempo de enviar um coração a um adversário para o colocar na nossa equipa.

Algo que não podemos deixar de dizer é como o jogo está bastante fácil, e mesmo os bosses não oferecem grande dificuldade. Se isto pode ser uma crítica por parte dos jogadores mais experientes, a verdade é que se colocarem a Nintendo Switch nas mãos de uma criança com Kirby Star Allies a correr, podem ver verdadeiramente o prazer que estas vão ter. Atrevo-me a dizer que o jogo foi pensado exactamente para os mais pequenos, ou para ser jogado entre amigos, pois são estes “dois grupos” que irão usufruir verdadeiramente do jogo.

Além do modo história, o jogo apresenta mais dois mini-jogos de 4 jogadores. O primeiro chama-se Chop Champs, cujo objectivo é ir cortando uma árvore de tamanho incerto, e desviarmo-nos de objectos e animais que estão pendurados no seu tronco, e o jogador que conseguir cortar mais, é o vencedor. O segundo mini-jogo é o  Star Slam Heroes, e neste caso, o objectivo é bater numa bola com um taco de baseball que sai disparada pelo espaço e vai destruindo luas e planetas, sendo que a bola que chegar mais longe é a vencedora. Estes jogos podem ser jogados por 4 jogadores, ou contra a IA.

Por último, e sem querer muito mais revelar, quando finalizam o Story mode, terão uma pequena surpresa que melhora substancialmente o jogo.

Graficamente Kirby Star Allies está fantástico. Nota-se que tudo está extremamente polido, com muitas cores vivas, conservando a atmosfera que a franquia nos acostumou. E se o jogo em modo portátil já apresenta um excelente grafismo, no dock mode é onde tudo se torna perfeito. As músicas e sons do jogo também estão bons, embora não sejam nada de extraordinário. No entanto, encaixam bem no jogo em questão.

Concluindo, Kirby Star Allies entrou com o pé direito na Nintendo Switch, e não sendo um jogo de peso, é ainda assim um bom jogo, que apresenta um desempenho muito bom e que certamente agradará aos imensos fãs de Kirby. As crianças possivelmente também farão parte do público a que o jogo mais agradará. Mas seja qual for o público, a melhor maneira de desfrutar do jogo será mesmo com amigos, já que é aí que se torna verdadeiramente giro.

4.0

Sim

  • Jogabilidade excelente!
  • Graficamente está fantástico!
  • Jogador em co-op é verdadeiramente incrível.

Não

  • O modo Story é bastante fácil para os jogadores mais experientes.
  • O modo Chop Champs e Star Slam Heroes não oferecem nada de mais.
Published
Categories Análises Nintendo
Views 177