Filmes ou séries com Super-Heróis é algo que sempre me acompanhou na minha infância e não só,e ainda nos dias de hoje é algo não posso deixar de lado. Em 2004 o mundo recebeu uma família de super-heróis incríveis, passo a redundância. Vindo dos estúdios da Pixar eis que surgiram os The Incredibles que para quem não viu, Os Incríveis (tradução para o português) são uma família com super poderes. Nesta família temos o Sr. Incrível que é o líder cujo o seu poder é a super força, a sua mulher é a Mulher Elástico que tal como o nome diz consegue-se esticar como se se um elástico se tratasse. Fruto desse casamento nascem os seus três filhos, Violeta que se torna invisível e consegue criar campos de força, o Flecha que corre a uma velocidade estonteante e o mais pequeno, o bebé da família, o pequeno Zézé e o seu poder é transformar-se no que lhe apetece.

Após catorze anos é lançado o segundo filme destes heróis e melhor do que ter o segundo filme da Disney Pixar, e ter um jogo destes personagens animados. A WarnerBros decidiu lançar para o mercado mais um jogo em forma de lego baseado na história do segundo filme d’Os Incríveis. Sem dar spoil ao segundo filme posso adiantar que o jogo começa exactamente onde o primeiro acaba e achei fabuloso esse aspecto. O resto da narrativa prende-se com o que se passa no segundo, com pontos inovadores que não se vê no segundo filme e é claro um toque mais divertido que as peças de Lego dão.

 

 

Lego: The Incredibles é um jogo na terceira pessoa num mundo aberto que arriscaria afirmar que pode ser explorado até à exaustão para apanhar os vários Increblocos que são peças que vão possibilitar a abrires novas áreas que por sua vez podem desbloquear novas personagens. Outra maneira de desbloqueá-las é passar as missões principais e paralelas que como prémio recebes saquetas que contêm novos bonecos. Como nos jogos anteriores da Lego tens uma lista enorme de personagens quer sejam dos filmes d’Os Incríveis quer de outras figuras de animação pertencentes a outros filmes da Disney Pixar. Todas elas têm habilidades, que para certo tipos de acção é necessário escolher a personagem com a habilidade adequada. Além das 113 personagens jogáveis podes comprar vários veículos para os diferentes meios, podes adquirir vários tipos de carros, barcos e alguns veículos aéreos. Após estarem comprados podes “chamá-los” a qualquer altura em qualquer sitio, desde que haja espaço para o mesmo.

Neste titulo da WarnerBros vais encontrar uma jogabilidade de fácil adaptação porque os comandos são bastante familiares neste tipo de jogos, principalmente se jogaste os outros jogos da Lego. Mas apesar deste jogo ter uma classificação etária para crianças com uma idade superior a sete anos existem certos quebra cabeças que podem ser um pouco complicados para os mais novos. Outro aspecto que me entristeceu foi o facto de existirem diversos idiomas mas nenhum dele o de Portugal continental mas para os mais novos entenderem melhor o jogo existe português do Brasil.

 

 

Graficamente e como havia de se esperar Lego: The Incredibles não traz nenhuma novidade e por isso há pouco a dizer. Este título manteve-se um aspecto muito idêntico aos outros jogos da Lego mudando apenas a paisagem, chamemos assim. Por isso mesmo quero dizer que é um jogo com um visual muito colorido devido a ser um jogo com o fim de replicar o mundo animado do filme em si. Outro aspecto positivo da parte visual são os efeitos dos golpes das personagens que mantém uma qualidade altamente satisfatória. Como é óbvio estamos a lidar com um visual altamente animado e nada sério.

Podemos que concluir que é mais uma prova que a palavra Lego em jogos deste género é meio caminho andado para o sucesso e em Lego The Incredibles num aspecto geral é um jogo que dá para todas as idades e com a possibilidade de jogar a dois, que traz muito mais divertimento em casa. Para os mais novos poderá existir quebra-cabeças bastante desafiantes. Em relação às missões principais e secundárias, isso é o contrário, são fáceis de as fazer com pouco esforço. Sem dúvida que é um jogo para adquirir e fazer furor em casa, principalmente se nunca tiveram oportunidade de jogar outros jogos da Lego. É caso para dizer que este jogo é incrível!!!

4.0

Sim

  • Extremamente divertido
  • Uma lista de personagens enorme
  • Um mapa que pode ser explorado em todos os niveis.

Não

  • Um jogo que não traz grandes novidades quando comparado aos outros jogos da Lego
  • Para os mais velhinhos pode ser fácil demais.
Published
Views 59

Deixa um comentário