Foi no dia 28 de Abril que saiu um dos jogos que me chamou mais a atenção: trata-se de Little Nightmares, desenvolvido pela Tarsier Studios e que usa como motor de jogo o Unreal Engine. No passado mês de Junho foi lançado Little Nightmares – Complete Edition, uma versão bastante especial pois com ele vem incluído não só o Little Nightmares, como também o Expansion Pass, de seu nome: Secrets of The Maw.

Não me alargando muito sobre o jogo original, uma vez que têm aqui a análise que o Pedro Completo fez, quero no entanto referir que vale bem a pena, porque além de ter um final completamente inesperado, toda a história deixa-nos completamente envolvidos. Além dos puzzles extremamente interessantes.

Passando então para as novidades e mais propriamente para o Expansion Pass, que contará com três novos capítulos. Por agora só se encontra disponível o primeiro capítulo, o segundo deles será lançado em Novembro e o último em Janeiro de 2018. No entanto, para os jogarem, têm no menu do jogo uma nova opção chamada Selecção de Capítulos, onde podem escolher os cinco primeiros capítulos da aventura original com Six, caso já tenham completado estes. E podem também escolher o novo capítulo da Expansão do jogo.

Nesta expansão temos a oportunidade de jogar com outro personagem, neste caso um rapaz, e a nossa aventura decorre ao mesmo tempo que a de Six, personagem principal do original. O novo personagem não usa gabardina amarela nem isqueiro, contudo, encontrará sim uma lanterna no inicio do primeiro capitulo do jogo. Iremos igualmente visitar muitos dos locais por onde Six passou, e por outros completamente novos, até porque muito desde capítulo é passado em locais alagados, algo de fácil compreensão caso tenham completado a aventura principal.

Graficamente o jogo continua extremamente interessante, sempre com cenários bastante escuros e efeitos de sombras e de água a representarem o auge deste capítulo. Mais uma vez encontramos as míticas sanguessugas, sempre prontas para se enrolarem em nós de forma muito pouco amigável. Teremos um novo vilão dentro de água e também o famoso vilão de braços compridos do segundo capítulo do jogo original. Os puzzles que encontramos continuam muito bons, alguns bastante intuitivos, outros que nos ocupam mais tempo até encontrarmos a solução.

A componente sonora continua também extremamente competente, com os diversos efeitos sonoros realmente bem escolhidos. Quanto à música, também continua com um nível elevado, provocando o suspense necessário para que não saibamos o que esperar no próximo cenário.

Concluindo, Little Nightmares – Complete Edition é sem dúvida nenhuma a melhor edição que podem ter deste jogo, além de vir bastante completa, o seu preço é bastante apelativo. Se gostam deste tipo de jogos, com puzzles, plataformas e que vos obrigam a usar um pouco a massa cinzenta, então não o podem perder.

About The Author

Rui Gonçalves

Desde o tempo do seu Spectrum+2 128k que adora informática. Programador de profissão nunca deixou de lado os jogos, louco por RPGs e jogos de futebol. Adora filmes de acção e de ficção científica, mas depois de ver o Matrix nunca mais foi o mesmo.

Related Posts