Honestamente devo dizer que já me custa um pouco falar de remasterizações, é verdade e sempre fui honesto convosco e vou continuar a ser. Compreendo alguns lançamentos, especialmente se houver adições significativas ou até restruturações gráficas, mas os upscalling de jogos já não compreendo tão bem.

Depois da Sony ter trazido LocoRoco para a PS4, a sequela fez o mesmo trajecto, o jogo lançado há 9 anos para a PSP, na altura, continua a obter o mesmo dinamismo que o demarcou, mas só vamos encontrar uma melhor resolução e suporte 4K neste edição.

Para aqueles menos familiarizados com o jogo e a sequela, basicamente damos seguimentos aos acontecimentos do jogo anterior onde as Moja estão a causar o pânico com Bon Mucho aos comandos na sua tentativa de sugar toda a vida do planeta. Os LocoRoco quais Power Rangers entram em acção para tentar reverter os acontecimentos. Vá sejamos honestos, a nível de história é super básica e cliché, mas o que conta neste jogo é a dinâmica imposta pelos comandos sobre o ecrã de jogo. Os botões L1 e R1 rodam o cenário do jogo e se pressionarmos os dois em simultâneo as personagens saltam e o círculo era usado para dividir ou agrupar os maiores LocoRoco.

Os cenários são praticamente os mesmos, apenas com novos “inimigo”, os BuiBui, que se tornaram vermelhos e maus ao serem beijados por Majoliné, a mãe do antagonista, para além disso temos 20 níveis, metade do jogo original, sendo que cada nível conta agora com vários segredos escondidos e caminhos alternativos. Serão cerca de 4 ou 5 horas de jogo, dependendo do quão querem explorar as alternativas, sendo que os mini jogos, os bosses, os coleccionáveis ou a MuiMui House continuam a ser presença nesta remasterização.

Graficamente o upscalling não foi só esticar o jogo, as cores vibrantes agora sentem-se em HDR, o frame rate está estável nos 60fps dando uma enorme fluidez ao jogo e dando oportunidade de relaxar ao som da banda sonora reconfortante que encontramos com um dos pontos altos do jogo.

LocoRoco 2 Remastered, é de facto mais uma remasterização, neste caso de um clássico PSP, que se adapta à realidade da nova geração, mas que não traz o “wow factor” que os jogos para uma PS4 Pro deveria trazer, mas não deixa de ser uma boa adição, especialmente para quem nunca o jogou.

3.5

Sim

  • O jogo continua a ser dinâmico
  • 4K HDR bem conseguido sem ser apenas um upscalling

Não

  • Está algo datado
  • Para quem já jogou o original não traz grandes novidades
Published
Views 264