Quando falamos de jogos indie ficamos sempre um pouco relutantes. O mercado tem tanta coisa para oferecer que quando chega um novo jogo ficamos sempre com dúvidas se temos ali uma pérola ou lixo virtual que apenas irá ocupar espaço no armazenamento das nossas consolas ou PC. Por outro lado, são estas companhias mais pequenas, que não lutam desenfreadamente pelo lucro extremo, que conseguem oferecer aos jogadores coisas completamente novas e diferentes, sem terem grande noção se os jogos terão muito ou pouco sucesso. O que interessa em primeiro lugar é oferecer um jogo divertido, simples e que deixe os jogadores agradados. É por essa razão que quando vejo um indie que é diferente do normal tento trazer-vos a sua análise, é isso que irá acontecer hoje com Marble It Up!, desenvolvido pela Marble It Up! LLC.

A verdade é que o que costumo procurar nos jogos indie são desafios, e a maioria dos que vos tenho trazido até costuma ser para a Nintendo Switch por uma razão muito simples: são jogos que costumam ter uma excelente jogabilidade e que ao mesmo tempo não precisam de demasiado tempo para ultrapassarem os seus níveis, o que significa que são excelentes para aqueles tempos mortos, e assim pegamos na consola, e em 5 ou 10 minutos conseguimos ultrapassar 2 ou 3 níveis.

Marble It Up! é isso mesmo, um jogo desafiante, com níveis curtos, simples, e é essa mesma simplicidade que o torna tão particular e interessante. Somos nada mais, nada menos, que uma bola ou berlinde – como preferirem –, e além de controlarmos essa bola a partir do analógico, apenas usamos mais dois botões: um para dar pequenos saltos e outro para usar algum power up, se o encontramos, e que podem por exemplo aumentar ou diminuir a velocidade do tempo que vai descontando.

Marble It Up! – Launch Trailer Nintendo Switch

O jogo oferece-nos cerca de 40 níveis divididos por capítulos, onde o objectivo é sempre o mesmo: chegar com a nossa bola a um determinado local. Vamos ter níveis de todo o tipo, desde percorrer grandes descidas onde temos de nos desviar a tempo de abismos, e se cairmos neles teremos de recomeçar do ultimo checkpoint; zonas onde temos de andar a saltar com a bola com curvas bastante complicadas que nos fazem cair; ou mesmo dar saltos gigantes de plataforma em plataforma com determinados power ups que apanhamos. Todo o jogo está feito para conseguirmos superar os vários desafios que nos são propostos, além de nos oferecer tempos que precisamos de bater para conseguir obter a pontuação máxima.

Existem igualmente níveis que têm gemas que temos de apanhar, isto é, 3 ou 4 por nível, mas nem todos têm, e essas gemas irão servir para conseguirem abrir ou desbloquear o local onde o nível acaba. Até nisso Marble It Up! é razoável, nunca deixando o jogador frustrado por achar os níveis demasiado complicados. Eu diria mesmo que a equipa que desenvolveu o jogo teve o cuidado de o deixar desafiante, mas sem ser chato ao ponto de os jogadores terem de repetir os níveis vezes sem conta.

Quanto à jogabilidade está muito boa, é muito fácil comandar a bola, e para isso apenas têm de usar o analógico esquerdo; já no caso do analógico direito, este serve para direccionar a câmera. Obviamente que é necessário tempo para a parar quando vamos com muita velocidade, mas isso vocês vão percebendo quando devem começar a desacelerar, saltar, e a atirarem-se contra objectos de maneira a travarem a vossa progressão. Como é fácil perceber, tudo isto tem a ver com física, e esta está extremamente bem implementada, seja a parte gravitacional, as acelerações, a velocidades e até o atrito estão incríveis. No caso do atrito conseguem ver muito bem este a acontecer conforme as superfícies que percorrem, e se estiverem em gelo a vossa bola desliza facilmente, sendo mais difícil travar do que noutro tipo de superfícies.

Marble It Up! consegue também ser apelativo graficamente. Cenários variados e cheios de cores e com efeitos de luz muito agradáveis à vista. Quanto às musicas, todas elas são electrónicas, trazendo-nos aquela sensação de adrenalina e velocidade.

A parte mais negativa do jogo é mesmo a sua duração, que é bastante curta, e também, por vezes, não oferecer alguns níveis com um maior desafio, já que depois de dominarmos bem a bola, todos os níveis ficam bastante fáceis, não sendo possível sentir-se uma progressão acentuada na dificuldade do jogo.

Porém, Marble It Up! é um jogo cheio de desafios, que nos permite jogar casualmente nos tempos mortos e que trás alguma diversão. Não sendo um jogo essencial para a vossa colecção, diria que consegue divertir-nos e superar aquilo que esperaríamos dele. Foi uma agradável surpresa e diria que a Nintendo Switch é o seu habitat natural, devido à portabilidade que a consola permite.

4.0

Sim

  • Graficamente apelativo, com cenários bastante interessantes
  • Uma física excelente
  • Jogabilidade muito boa!

Não

  • Demasiado curto
  • Os últimos níveis poderiam ser mais desafiantes
Published
Categories Análises Nintendo
Views 56

Deixa um comentário