Apesar de já não ser como outros tempos, o ciclismo é ainda uma modalidade que mantém uma dose razoável de popularidade em Portugal. Com uma representação muito vaga no mundo dos videojogos, este desporto de duas rodas consegue uma preciosa e obrigatória reunião anual com os seus fãs através de Pro Cycling Manager, que este ano chega com a edição de 2018.

Desenvolvido pela Cyanide Studios, é um jogo de gestão desportiva, cujo conhecimento sobre a modalidade do ciclismo é valorizado e mesmo decisivo para o sucesso.

Começando com a obrigatória comparação com a versão de 2017, à primeira vista, não existem grandes diferenças, o que é até comum em jogos de gestão desportiva. Na verdade, em títulos deste género, a prioridade é a melhorar o motor de jogo e adicionar pequenas novidades, tentando que a distância entre a simulação e a realidade seja menor a cada ano que passa. Pro Cycling Manager 2018 segue esse padrão, sendo uma versão mais actualizada e funcional relativamente à do ano anterior.

 

 

 

 

O que pode ser entendido como uma crítica, no fundo é algo difícil de evitar, já que em jogos de gestão é sempre necessária uma certa familiarização com os menus e com as opções disponíveis, e tudo o que sejam mudanças radicais levam a uma nova aprendizagem que por vezes acabam por afastar o jogador. Pro Cycling Manager 2018 evita isso, e foca-se no mais importante: melhorar a experiência do que é gerir uma equipa de ciclismo, ou, em alternativa, construirmos uma carreira como ciclistas profissionais.

Os dois modos são interessantes à sua maneira, e muito dependem daquilo que procuramos em PCM 2018; e se o pensamento estratégico é fundamental em ambos, já as dificuldades e os desafios divergem entre um e outro modo.

É importante saber como aproveitar as qualidades dos atletas, adaptá-las ao contexto da prova e, ao mesmo tempo, gerir ao pormenor a condição física de cada um durante a competição. No entanto, não é só na estrada que temos de ser competentes para alcançar a vitória, uma vez que além de um bom planeamento logístico, dependemos igualmente de saber recrutar com sucesso. Negociações de contratos, o geral contentamento da equipa, e até a realização profissional dos atletas passará por vós, e será tão relevante quanto a competição em si.

Embora estejam melhores, os menus continuam algo confusos, especialmente para quem está a iniciar-se. O tutorial está muito mais amigável, ainda que seja sempre necessário perder algumas horas só a tentar perceber como tudo funciona na sua base.

 

 

 

 

Graficamente continua muito acima da média relativamente ao que podemos esperar de um Manager, e dá até gosto de acompanhar a corrida apenas pelas paisagens e pela atmosfera que reciclam com enorme detalhe o que é uma prova de ciclismo.

Pro Cycling Manager 2018 continua o seu caminho de tentar reproduzir e promover a modalidade do ciclismo. É o cantinho especial dos fãs deste desporto, e encontrarão aqui uma versão melhorada, com novidades interessantes, e onde poderão viver uma experiência cada vez mais real e envolvente.

3.5

Sim

  • Uma versão melhorada e com interessantes novidades

Não

  • Os menus continuam algo confusos
Author Nuno Mendes
Published
Views 157