Parece que foi ontem, mas não, o primeiro jogo de Street Fighter foi mostrado ao mundo pela primeira vez 1987 nas famosas máquinas Arcade. E a partir desse momento este jogo mantém-se na boca do mundo quer dos mais novos quer dos mais velhos. Foi desde esta altura que toda a comunidade gaming ficou perante de um dos maiores jogos de luta, que tem vindo a perdurar ao longo de todos estes anos.

O último jogo de Street Fighter foi lançado em fevereiro de 2016, trata-se de Street Fighter V. Passado 2 anos, a Capcom quis brindar os jogadores como uma edição especial, Street Fighter V Arcade Edition que celebra os 30 anos deste veterano jogo de luta.

Algo que se nota nos primeiros minutos é que o jogador sente que a Arcade Edition foi uma maneira da Capcom corrigir algumas lacunas da versão original e trazer alguma nostalgia ao jogo, relembrando os vários jogos que foram lançados durante estes anos.

 

 

Passo a explicar, quando entras no modo Arcade (que deu nome a esta edição) começas logo por escolher qual é o jogo que queres “reviver”, as escolhas são Street Fighter I, II, Alpha, III, IV e V. Depois de escolheres qual jogar, irás costumizar os combates (número de rounds, tempo do combate e a dificuldade dos oponentes), e para finalizar terás de escolher o personagem com que irás lutar. Um pormenor simbólico mas que faz toda diferença é o facto de viajares de país a país dependendo a origem do adversário, tal como acontecia nos primeiros títulos da saga Street Fighter.

Após estes passos segue o combate. Aqui não há diferenças, por isso, quem não gostou do ambiente visual dos combates, certamente a opinião não irá mudar. Estando a fazer esta análise sinto-me no direito de dar a minha opinião pessoal, e pessoalmente eu achei a aparência maravilhosa para não falar dos efeitos visuais, que estão muito bem trabalhados.

As novidades não são muitas, aliás porque estamos a falar de uma edição e não de jogo novo ou algo do género mas as que existem fazem toda a diferença. Se a versão original já tinha aquela nostalgia, esta edição aumenta-a e faz com que “percas” várias horas sem notares.

 

 

Para além do modo Arcade, uma novidade que vai fazer diferença dentro do combate é a adição de mais um V-Trigger nos lutadores o que te permite teres uma táctica diferente tais como novos Combos e truques. Também é preciso relembrar que, quem adquiriu a versão do jogo original esta edição é gratuita e pode descarregar em forma de DLC.

Algo que não sofreu alterações, foi a dificuldade em poder adquirir items com o Fight Money, isto é, demora-se muito tempo em adquiri-lo porque é preciso fazer muitos combates. Outro aspecto que continua menos bom é o aspecto visual em alguma cenas, dado a notar um contraste no design gráfico do jogo.

Perante isto tudo, pode-se dizer que a Arcade Edition é um complemento imprescindível para o Street Fighter V. As novidades fazem muita diferença e para quem jogou o original, vai perguntar: “Porque a versão original não foi logo assim?” Para os fãs mais fervorosos, algo obrigatório alterar é o nível de dificuldade para um nível mais desafiante, porque se não alterarem vão sentir que “é mais fácil do que roubar um doce a uma criança”. Portanto esta edição transforma um jogo que era razoavelmente bom num muito bom. Sem dúvida que esta edição é fundamental em se adquirir quer para os amantes deste tipo de jogo quer para quem já tenha a versão original, infelizmente só os jogadores de PC e PlayStation 4 é que podem jogá-lo.

4.0

Sim

  • O modo arcade voltou nesta edição dando mais alma ao jogo.
  • A adição de mais um V-Trigger podendo assim haver novos combos.
  • Uma edição que tapa as lacunas do jogo original.

Não

  • O grau de dificuldade que vem por defeito (Normal) torna-se muito fácil.
  • Algumas partes do jogo têm uma qualidade visual não tão apelativa.
Published
Views 264