Yo-Kai Watch é um anime bem conhecido do publico mais novo, caso tenham filhos provavelmente já os viram vidrados no Cartoon Network a ver a serie televisiva. Alguns muitos provavelmente já jogaram os diversos jogos que foram lançados, sendo agora também possível jogar o novo jogo. Yo-Kai Watch 3 chega finalmente à Europa depois de ter sido lançado em 2016 no Japão (local onde a serie animada está bastante mais avançada do que na Europa).

A historia do jogo começa quando um objecto estranho vindo do espaço cai perto da cidade de Peanutsburg, nessa altura dois agentes especiais (Blunder e a sua parceira Folly) do FBY entram em acção e vão investigar mais um caso de alta prioridade, o chamado Level 5 e que entra directamente na categoria The Y Files. Temos de admitir que a produtora do jogo, a Level 5 teve bastante piada nesta introdução.

A partir dai começa a historia de Nate, já nosso conhecido e também de Hailey Hanne, a nova personagem jogável, sendo esta outra das novidades que Yo-Kai Watch 3 nos oferece, agora em vez de apenas jogarmos a historia de Nate, passamos a jogar paralelamente com Hailey Hanne, isto é, um jogo, duas historias. Vamos então focar-nos primeiro em Nate e no que lhe vai acontecer. Logo no inicio do jogo Nate vai almoçar com os pais e recebe a noticia que vão mudar de cidade, o seu pai encontrou um novo emprego e terão de mudar-se para BBQ, mais propriamente para Peanutsburg. É já na nova cidade e na sua nova casa que Nate se apercebe que o seu Yo-Kai Watch não funciona naquela região, logo não poderá usar os seus medalhões Yo-Kai. Felizmente era algo que Whisper já se tinha apercebido e conseguido arranjar um novo relógio, o Yo-Kai Watch M. U. Se esse problema estava resolvido, então o próximo era bem pior,  Whisper  para arranjar o novo relógio tinha dado todos os Yo-Kai Medallium de Nate. Como devem imaginar a nossa aventura começar agora, já que o que não faltará neste jogo é fazermos amizades e arranjar novos medalhões.

Já a historia de Hailey é bem diferente, esta menina bastante geek por sinal vive em Sparkopolis, e é na tentativa de comprar uma edição limitada da boneca do seu anime favorito que corre para uma loja onde se deparar com o pior dos cenários, nem uma única boneca para amostra, é ai que começa a ouvir uma voz a dizer-lhe para comprar um Yo-Kai Watch, sem saber o que é, mas indo na conversa, Harley faz esta nova aquisição pensado que aquilo seria uma maneira de falar com seres extraterrestres. Quando Hailey coloca finalmente o relógio no seu pulso aparece-lhe Usapyon, o Yo-Kai que lhe convenceu a comprar o respectivo relógio. É neste momento que Usapyon lhe explica que não é nenhum ser extraterrestre mais sim um Yo-Kai, e assim começa também a aventura de Hailey.

Podemos assim dizer que o jogo apresenta duas historias complementares, e está dividido em capítulos como nos jogos anteriores, existe a historia principal de cada uma das personagens e depois temos as missões secundárias. Essas missões muitas vezes deixam de ser secundárias já que para avançarmos na historia principal somos obrigados a completar algumas delas, acontece frequentemente termos de fazer 2 ou 3 missões para desbloquear o novo evento da historia principal. Algo importante é que a partir do segundo capítulo temos total controlo sobre Nate e Hailey, isto é, a partir deste capítulo para trocarmos de personagem temos de encontrar um Eyepo e ai temos a opção de trocar de personagem, os Eyepos encontram-se espalhados pelas cidades de Peanutsburg e Sparkopolis, além de trocar de personagem permitem salvar o jogo, e também alterar os Yo-Kai da nossa party.

YO-KAI WATCH™ 3 – Dois heróis, uma grande aventura Yo-kai! (Nintendo 3DS)

Além da historia principal e das missões secundárias existe muito mais conteúdo, caças ao tesouro onde o objectivo é encontrar mapas e descobrir onde estão determinados tesouros, encontrar Yo-Kai procurados ou “foras da lei” como quiserem chamar. A pesca também é outra das diversões do jogo, depois de adquirirem a cana de pesca podem ir para o rio e apanhar diversos peixes, uns normais outros mais raros. Estas pequenas diversões que ficam fora do contexto principal do jogo servem essencialmente para obtermos itens especiais, isto porque todas elas nos oferecem pontos especiais que servem para conseguirmos comprar esses itens.

Algo que também podemos encontrar são os Gates of Whimsy, estes são portões para outras dimensões, nestas dimensões existem quatro tipos de desafios, o Battle Rooms, o Speed Room, o Expert Room e por fim o Bizarre Room. Em cada um deles temos de fazer algo diferente, com é fácil perceber pelo seu nome.

Tal como nos jogos anteriores temos um radar que nos indica se estamos perto de um Yo-Kai para o procurar, isso acontece maioritariamente quando estamos a andar pela cidade e o radar começa a detectar algo estranho, colocando o ponteiro no vermelho. Nesse momento devemos nos aproximar do primeiro objecto que encontremos, para conseguir interagir com ele procurando o Yo-Kai respectivo. Ao contrario dos outros jogos da franquia que apenas tínhamos de pesquisar com uma espécie de luta a ver se o encontramos, agora temos uma mira e teremos de acertar diversas vezes no Yo-Kai até a sua barra de energia acabar. Durante esse processo, o Yo-kai pode retaliar, e disparar contra nós, nessa altura devemos com a mira acertar nesses disparos. Quando a barra de energia deles acaba, entramos no verdadeiro combate de Yo-Kai.

Nos combates podemos ter uma equipa até seis Yo-Kai, mas apenas podemos combater com três de cada vez, além disso os combates estão bastante diferentes, agora as lutas são feitas numa espécie de tabuleiro 3×3 para ambos os lados, isto é, os nossos Yo-Kai podem mover-se nessas 9 casas, assim como os adversários. Isso permite ter tácticas de ataque e defesa diferentes, já que os Yo-Kai que ficarem atrás de outros ficam mais protegidos, enquanto que os que ficam na linha da frente ficam mais sujeito a levarem mais dano. Podemos continuar a usar Itens como nos jogos anterior, como por exemplo usar comida para aumentar a barra de energia dos nossos Yo-Kai. Existem também os já conhecidos Soultimate, para quem não sabe é o ataque especial de cada um dos Yo-Kai. Neste caso funcionam como um pequeno mini-jogo que temos de completar, como rodar rapidamente o dedo no segundo ecrã da Nintendo 3DS, conectar diversos símbolos, ou mesmo acertar nos símbolos enquanto estes rodam no ecrã. Ao completar esse mini-jogo o Soultimate é activado e o nosso Yo-Kai faz o seu ataque especial. É importante verificar em que casas do tabuleiro se encontram os nossos adversários e onde o nosso ataque vai acertar, pois pode acontecer o caso de falharmos redondamente o ataque caso ele já não se encontre nesse local.

As batalhas contra Boss continuam interessantes, além de acontecer tudo o que referi anteriormente ainda temos de ter o cuidado dos seus ataques especiais, que funcionam da mesma forma que os nossos ataques de Soultimate, a maioria das vezes o ataque atinge cerca de 6 casas, logo temos poucos segundos para desviar os nossos três Yo-Kai para outros locais para não serem atingidos.

Já que se trata de um RPG não custa lembrar que os nossos Yo-Kai estão sempre em constante evolução, isto é, os elementos da nossa equipa (os 6 Yo-Kai) vão estar sempre a ganhar experiência, seja a partir das batalhas ou a completar missões. Com isto vão ganhar mais poder de ataque assim como de defesa, o que ao mesmo tempo os fará subirem de ranking desbloqueando ainda mais conteúdo do jogo.

Além de todo este enorme conteúdo existem também a parte dos coleccionáveis que fazem com que o jogo ainda ganhe uma nova dimensão, as horas de jogo aumentam exponencialmente em relação à sua historia principal, desde coleccionar os 38 tipos de peixes, os 20 tesouros que temos de encontrar, os diversos Yo-Kai Spots, as diversas musicas que podem ser desbloqueadas a partir de Music Cards que podemos encontrar, além de muito mais conteúdo. Claro que os coleccionáveis mais apetecíveis são os diversos Yo-Kai que podem encontrar e tentarem que estes fiquem vossos amigos para obterem a tão desejada medalha.

É importante relembrar que este é um jogo virado para o público mais jovem, para os mais adultos o conteúdo é obviamente demasiado infantil e demasiado fácil. Tendo em conta esta ideia pode-se dizer que para quem gosta de RPG, este é um jogo a ter muita atenção, já que o conteúdo é óptimo, oferece imensas horas de jogo, e se quiserem mesmo coleccionar tudo provavelmente chegam perto de uma centena de horas. O que pode pecar e pensando apenas no publico português é mesmo a falta da língua portuguesa, já que os mais jovens provavelmente terão de estar constantemente a pedir aos pais para traduzirem todos os textos.

Graficamente e tal como já estamos habituados por parte da Level 5, o jogo consegue mostrar toda a potencialidade da Nintendo 3DS, bons detalhes, muita cor, bastante iluminação luz e texturas interessantes para o que é possível na pequena consola da Nintendo. As musicas estão ao nível do que os jogos anteriores já nos ofereciam, sempre alegres e sempre viradas para a faixa etária em que Yo-Kai Watch 3 se enquadra.

Yo-Kai Watch 3 consegue oferecer tudo aquilo que se propõe e é mais um excelente jogo que chega para a Nintendo 3DS. Uma óptima prenda para este Natal caso sejam fãs da serie de televisão, e que vós oferecerá imensas horas de jogo, com diverso conteúdo e duas historias num único jogo. Provavelmente um dos melhores títulos deste ano para a Nintendo 3DS.

4.0

Sim

  • A historia está bastante engraçada.
  • Graficamente junta-se ao grupo os melhores jogos para a Nintendo 3DS.
  • Imenso conteúdo e diversas horas de jogo.

Não

  • Tratando-se de um jogo para o publico mais jovem, faz diferença não ter língua portuguesa.
Published
Categories Análises Nintendo
Views 67

Deixa um comentário