Análises Xbox

Análises - Xbox

Análise: Wolfenstein 2 New Colossus

Tenho de começar esta análise da seguinte forma: Um jogo em que andamos a dar tiros de cadeira de rodas, tem de ser um jogo do catano!!! Esta frase poderia bem resumir todo o jogo. A Bethesda e MachineGames de facto demonstram que o modo Single Player não está morto quando se é original, se tem […]

Read More

Análise: Assassin’s Creed Origins

Desde o primeiro Assassin’s Creed que achei fantástica a maneira como a Ubisoft enquadrava os vários jogos nas diversas épocas em que estes se passavam, e dando um exemplo concreto, todos se devem lembrar como personagens reais como César Borgia, Lucrécia Bórgia, Nicolau Maquiavel ou mesmo Leonardo Da Vinci foram colocados nos jogos da saga de Ezio Auditore. Além […]

Read More

Análise: Elex

Cenários pós-apocalípticos são uma realidade cada vez mais banal no mundo vídeo jogos, Horizon Zero Dawn e Nier: Automata são alguns nomes que marcaram este tipo de cenários nestes últimos tempos. Elex, não foge ao contexto que acabei de enunciar, vestirás o papel de Jax neste mundo pós-apocalíptico. Esta aventura passa-se em Magalan, sendo aqui […]

Read More

Análise: The Evil Within 2

The Evil Within foi um daqueles jogos que teve um enorme sucesso quando foi lançado à três anos atrás. Chegou numa altura em que os fãs de Resident Evil estavam bastantes longe da série devido ao caminho que este tinha seguido, já os fãs de Silent Hill esperavam por uma sequela que nunca chegaria a […]

Read More

Análise: Middle Earth: Shadow of War

Foi com muita alegria que voltámos ao mundo encantado de O Senhor dos  Anéis, mesmo que num segmento diferente, até porque os acontecimentos relatados neste Middle Earth Shadow of War encontram-se entre O Hobbit, A Irmandade do Anel e é claro o jogo anterior Shadow of Mordor. E começamos por aí mesmo visto que o […]

Read More

Análise: Cuphead

Se existe jogo que chegou ao mercado e não deixou ninguém indiferente foi Cuphead. O Studio MDHR, que desenvolveu o jogo trouxe-nos uma obra prima como nunca tínhamos visto antes. Não que o género seja novo, nada disso, jogos de plataformas, é o que mais existe no mercado, a diferença de Cuphead está na sua apresentação […]

Read More
Ir para a barra de ferramentas