Análises

Análises

Análise: Fire Emblem Warriors

Um dos jogos que me “piscou” logo o olho quando apresentado pela Nintendo foi Fire Emblem Warriors. Não só porque sou um fã da série Fire Emblem, mas principalmente porque adoro a serie Dinasty Warriors. Confusos? Passo a explicar: Fire Emblem Warriors trás-nos a essência de Dinasty Warriors, onde o espírito é exactamente o mesmo; e […]

Read More

Análise: Middle Earth: Shadow of War

Foi com muita alegria que voltámos ao mundo encantado de O Senhor dos  Anéis, mesmo que num segmento diferente, até porque os acontecimentos relatados neste Middle Earth Shadow of War encontram-se entre O Hobbit, A Irmandade do Anel e é claro o jogo anterior Shadow of Mordor. E começamos por aí mesmo visto que o […]

Read More

Análise: Syndrome

O que é nacional é bom, mas….. Syndrome é um jogo made in Portugal, desenvolvido pela Camel 101. Este é um título que mistura ficção científica e terror. Seremos um tripulante de uma nave espacial que acorda de um longo sono de criogėnio e para seu espanto, quando acordou algo se passou, encontra colegas mortos. […]

Read More

Análise: Cuphead

Se existe jogo que chegou ao mercado e não deixou ninguém indiferente foi Cuphead. O Studio MDHR, que desenvolveu o jogo trouxe-nos uma obra prima como nunca tínhamos visto antes. Não que o género seja novo, nada disso, jogos de plataformas, é o que mais existe no mercado, a diferença de Cuphead está na sua apresentação […]

Read More

Análise: Mario & Luigi: Superstar Saga + Bowser’s Minions

Os fãs da Nintendo certamente se lembram de Mario & Luigi: Superstar Saga, já que foi uma das obras-primas que os jogadores do Game Boy Advance tiveram o prazer de jogar. Na altura posso dizer que foi um jogo revolucionário em diversos aspectos. O primeiro deles foi termos um RPG onde Mario e Luigi eram os protagonistas, […]

Read More

Análise a Total War: WARHAMMER II

Foi um passo arriscado por parte da Creative Assembly, quando em 2016, se afastou do modelo tradicional de Total War, para se aventurar na fantasia de Warhammer; contrastando claramente com a aproximação ao realismo histórico pelo qual Total War sempre foi reconhecido. Mas o êxito está à vista de todos: eis que 18 meses depois, […]

Read More
Ir para a barra de ferramentas