Autor: Vando Enes

Nascido e criado numa ilha dos Açores, passou os anos formativos dividido entre os sons do gira-discos e do Spectrum 48K. Jogou nas consolas da Nintendo e devorou a era dos 486, Pentiums e Voodoo’s em SLI. Ávido consumidor de tudo que é tecnologia, tem no PC a sua arma de eleição.

Loot Boxes. Fortuna ou Azar?

“Jogos de fortuna ou azar são aqueles cujo resultado é contingente por assentar exclusiva ou fundamentalmente na sorte.”   Artigo 1 do Decreto-Lei 422/89 de 2 de Dezembro   Vivemos num país onde a lei estabelece regras para os jogos de sorte e azar. E não somos os únicos, a maioria dos outros países também […]

Read More

Análise: Steel Division: Second Wave DLC

Second Wave é o primeiro DLC de Steel Division que saiu no inicio deste ano. E caso siga a tradição Paradox, este será o primeiro de muitos, já que a empresa é conhecida por suportar os seus jogos com conteúdo adicional durante vários anos. Este DLC adiciona quatro novas divisões, duas para os Aliados e […]

Read More

Get Even: Entre a realidade e a fantasia

Cole Black acordou sem saber quem é nem onde está. Na sua mão está um smartphone que lhe diz para “salvar a rapariga”. Esta é premissa de Get Even, um jogo que mistura first-person shooter com puzzles e alguns elementos de horror. Rapidamente percebemos que nem tudo é o que parece. Presos dentro de um […]

Read More

Steel Division: Normandy 44 – Exigente mas gratificante

Steel Division: Normandy 44 é implacável. Um passo em falso e toda a estratégia, todas as movimentações planeadas na nossa cabeça são esmagadas sobre o peso das lagartas de um tanque. É preciso estar em alerta constante e planos A rapidamente se transformam em planos B e C. Se procuram um jogo de estratégia relaxante, […]

Read More

Warhammer 40,000: Dawn of War 3. Escolhe um lado.

O primeiro Dawn of War remonta ao já distante ano de 2004. Desde então, já muito mudou na indústria dos videojogos, e o próprio franchise tem vindo a evoluir durante estes anos. A cada iteração, Dawn of War tem trazido várias mudanças, muitas delas polémicas por alterar partes fundamentais do jogo e Dawn of War […]

Read More

Styx, por entre as sombras e o lixo

Jogos furtivos, há muitos. Deus Ex, Splinter Cell, Dishonored, todos eles têm como mecânica principal de jogo manter-nos elusivos em relação ao inimigo. Mas Styx: Shards of Darkness é diferente, não por se opor a estas mecânicas, antes pelo contrário, este é um título bastante tradicional dentro do género, diferencia-se sim pelo seu universo de […]

Read More
Ir para a barra de ferramentas