Bora lá Cambada, tudo à porrada!

Antes de mais comecemos por explicar que o jogo J-Stars Victory Vs. é uma comemoração dos 45 anos da famosa revista japonesa Shonen Jump, feitos em 2014. O jogo foi lançado originalmente em Março de 2014 para a PlayStation 3 e Vita no Japão e agora surge um ano depois na Europa com direito a uma versão PlayStation 4.

J-Stars Victory Vs+ era um jogo extremamente pedido por todos os gamers fãs de anime, que podem ver finalmente no ocidente todas as personagens que seguem através de manga’s ou de anime’s as suas personagens favoritas de sempre.

Desde Naruto, Son Goku, passando por Luffy e Ichigo, ou recuperando outras personagens mais fora destas lides dos videojogos, como é o caso de Kenshin Himura, o lendário Battusai, J-Stars Victory Vs+ vive exactamente deste apego que todos temos pelas séries que acompanhamos num mundo onde se entrelaçam e se misturam com um sentido de humor apurado.

Naruto, One Piece, Os Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z, Jojo’s Bizarre Adventure, Beelzebub, Assassination Classroom, Bleach, Fist of the North Star, Gin Tama, Dr. Slump, Hunter × Hunter, YuYu Hakusho, Toriko, Samurai X, são apenas alguns dos universos aqui presentes.

Temos 52 personagens disponíveis, 39 personagens jogáveis e 13 personagens de suporte, onde podem ser invocadas a cada 30 segundos e que vão ser de incrível utilidade para o jogador em diversas situações do jogo, como quebrar um combo do adversário, impulsionar os nossos combos ou proteger-nos de um ataque.

Os modos de jogo são extremamente simples, J-Adventure, onde andaremos por um mapa a recrutar elementos para os objectivos propostos, encontrando várias batalhas pelo caminho, desbloqueando missões secundárias e apanhando montes de piadas que só os conhecedores das séries perceberão, mas extremamente deliciosas. A campanha é dividida em quatro aventuras (Luffy, Naruto, Ichigo e Toriko), que contam a mesma história sob pontos de vista diferentes.

O modo Victory Road, onde vamos enfrentar equipas específicas de inimigos e onde teremos de cumprir alguns objectivos pré-definidos durante as batalhas. Algo que é bastante difícil.

Temos ainda o tradicional Free Battle em que podemos jogar individualmente contra um amigo ou contra a consola e o modo online multiplayer que é bastante desafiante.

Esta versão plus acrescenta um novo modo single-player, que faltava nas outras versões, falo do modo Arcade, uma boa novidade para quem não quer perder muito tempo, mas quer algum interactividade entre combates e algum “significado”.

Falemos então das mecânicas. Cada uma das nossas 3 personagens tem uma barra de vida independente. Quando esta chega a zero, K.O., mas é um K.O. de alguns segundos, sendo que o adversário preenche uma parte da barra de vitória. A equipa que preencher essa barra primeiro, ganha.

Temos ainda uma barra de especial, chamada de Barra de Voltagem, e é “dividida” entre as duas equipas. A que for mais agressiva, fazendo mais ataques vai ganhando para o seu lado essa mesma barra. Quando um lado consegue ficar com a barra preenchida do seu lado, pode activar o VICTORY BURST, pressionando R3. Nesse modo, ficamos mais fortes por um tempo, e podemos activar a técnica especial, apertando R3 novamente.

O jogo decorre em arenas 3D bastante grandes, dando uma boa sensação de liberdade e de destruição, visto que praticamente tudo nos cenários pode ser efectivamente destruído. Como já devem ter percebido, sendo o jogo em formato arena 3D, não estamos a falar de uma espécie de Street Fighter ou algo do género, mas mais próximo dos jogos que a Bandai Namco nos tem feito chegar com One Piece.

Por isso mesmo, a jogabilidade é muito simples, talvez até demais se jogarmos horas e horas a fio. À primeira vista poderão sentir a tentação de carregar nos botões como se não houvesse amanhã, mas rapidamente vão perceber que há algum sentido naquilo que fazem, por exemplo não devem gastar toda a vossa stamina porque vão ficar totalmente expostos aos ataques inimigos. Defender depende do tipo de ataque das personagens, por vezes será melhor esquivarem-se do que tentar defender. E por fim, dividir para conquistar, tenham sempre em atenção a posição dos vossos inimigos e dos vossos companheiros.

O mais atractivo de J-Stars Victory + não é propriamente a originalidade do jogo ou as suas mecânicas, é efectivamente o poder jogar com todas estas personagens num jogo só, com todos os seus ataques devidamente recriados e num ambiente divertido mas ao mesmo tempo exigente. Não é um jogo excêntrico nos seus visuais, temos a plena consciência que é um aperfeiçoamento da versão da antiga geração, pecando apenas por não conseguir saltar para patamares gráficos que já vimos nas sagas de Naruto Ultimate Ninja Storm. É um jogo divertido e dedicado a um nicho que cada vez é maior e que se traduz no elevado número de vendas que já teve no Japão e que possivelmente terá na Europa.

JStars_Recomends

Published
Categories Análises
Views 48
Ir para a barra de ferramentas