Em busca das páginas douradas

Ajuda Yooka e Laylee a recuperar as paginas douradas e resgatar os escritores fantasmas. Um jogo de plataformas desenvolvido pela Playtonic Games, uma equipa formada ex-membros da Rare que por sua vez foram os criadores de Banjo Kazooie, criado originalmente para a Nintendo 64 em 1998.

Em Yooka-Laylee, somos dois amigos inseparáveis, Yooka, um camaleão verde e alegre e Laylee, um morcego narigudo que anda às cavalitas do simpático réptil. O objectivo destes dois personagens é recuperar umas páginas douradas coleccionáveis, que desbloqueiam os vários mundos que poderás percorrer durante esta jornada.

Os cenários do jogo são enormes e se não bastasse podemos andar livremente, sem haver “paredes invisíveis”, limitando a  nossa exploração. Vais poder saltar para cima de quase tudo o que é um ponto bastante positivo neste tipo de jogos. Vais sentir algumas vezes que já está tudo descoberto e logo de seguida aparece uma zona que não tinhas explorado no mapa.

Durante o jogo vais aprender diversas técnicas para te ajudar a avançar como o sonar, que é usado pela Laylee e que serve para atordoar os pequenos “monstrinhos” maus, entre tantas outras. Para além das técnicas vais te conseguir transformar em diversas formas graças ao raio inventado da Dra. Puzz. Esta personagem era ajudante de Dr. Quack que se aliou ao “mauzão” do jogo o malvado Capital B. Durante a evolução desta aventura, vais fazer inúmeras amizades.

[slideshow_deploy id=’35531′]

Vais poder contar uma jogabilidade simples mas muito fluída e muitíssima divertida. Algo me deixou a pensar enquanto jogava, Yooka-Laylee é um jogo PEGI 6 mas não vejo muitas crianças com esta idade a completarem várias missões, porque são missões em que vais precisar de muita destreza. O grau de dificuldade do jogo não é o único ponto em que vejo que vai complicar o desenvolvimento desta aventura à pequenada portuguesa, o outro aspecto que vais ter de lidar com a ausência do idioma português.

Outro ponto alto de Yooka-Laylee é o aspecto visual do jogo, as cores escolhidas e as animações tornam-no super divertido e bastante atractivo. Tudo o que se vê nesta aventura de plataformas estão muito bem concebidas. Em relação ao que se ouve é igualmente apelativo, com músicas alegres e cómicas fazendo lembrar jogos deste tipo dos anos 90.

Caso tenhas alguém com quem jogar, vais poder entrar num modo de jogo em multiplayer que foge ao modo de história. Aqui vais poder jogar e divertir em mini-jogos numa máquina arcade. Vais ter à escolha oito deste jogos rápidos. Como por exemplo podes fazer corridas de “karts”, tens também uma modalidade em que tens que apanhar o máximo de penas possível num determinado tempo. Neste modo de jogo podes jogar sozinho ou então até quatro jogadores.

[slideshow_deploy id=’35540′]

Resumindo e concluindo, Yooka-Laylee é um jogo que no seu todo está maravilhoso. Não me espantaria se criassem sequelas deste jogo. Para quem jogou e gostava de Banjo Kazooie, vai-se sentir nostálgico a jogar este jogo porque vão encontrar muitas semelhanças entre os dois. Este vai ser um jogo de plataformas que vai ser muito falado positivamente.

Published
Views 159
Ir para a barra de ferramentas