Football Manager Classic – Review – PS Vita

Já não é preciso jogar PlayStation para ser Campeão, no entanto agora há mais uma razão para fazê-lo. Chegou o Football Manager Classic para a PS Vita. O jogo da Sega e da Sports Interactive continua a deslumbrar devido à imensidão e precisão de base de dados, mas por ter constantemente evoluído naquilo que é a exigência emergente do futebol moderno, isto é, o negócio.

É claro que o futebol é paixão, é emoção, mas é também um imenso negócio, onde a gestão financeira é quase tão preciosa do que a gestão do treinador. Neste Modo Classic para a PS Vita não esperar um leque tão vasto e preciso de acções, e ainda bem, mas têm mais do que o essencial para um “Manager” a sério. Para um jogador mais “hardcore” de Manager, como penso que sou, a verdade é que já jogo Manager desde o tempo do Amiga, em que a façanha de pegar no Crewe Alexandra e torná-lo o melhor do mundo era o pão nosso de cada dia; todas as opções estão presentes nesta versão portátil da Sony.
Portuguese Training
O problema reside em fazer tudo aquilo que queremos e está ao nosso dispor. Eu passo a explicar. A disposição gráfica está boa, o facto de podermos utilizar os gatilhos para aceder à barra de menu funciona bem, o problema é os botões. E nos dois capítulos, primeiro o dos botões direccionais, os manípulos e os botões de acção não servem praticamente para nada, e ao utilizar o ecrã táctil facilmente fazemos coisas que não queremos, ou não responde como queremos. Fiz substituições que não queria, passeia meia-hora para fazer uma táctica de raíz porque fazer escolhas nos sub-menus é um desafio por si só, e literalmente estava a ter um ataque de nervos com isso. No entanto temos lido que a utilização de uma stylus pen ajuda imenso nesta questão, mas ainda não experimentámos.
Bem fora esta questão, apenas os “loadings” e o “saves” é que podem ser um pouco mais aborrecidos, o jogo puxa efectivamente muito pela máquina da Sony, então é normal que tenham que alterar o modo de descanso da Vita para que ela não pare o progresso do jogo ou de salvar.
Portuguese Match
Já quanto ao nível de informação e detalhe que dispomos, é aquilo a que a Sports interactive nos tem vindo a habituar, isto é, a excelência. Já o motor gráfico, 3D Match Engine, que faz aqui a sua aparição é também bastante bom, não comparado a um FIFA, por exemplo, mas também não estávamos à espera disso, a IA é boa, temos a percepção do jogo que estamos a implementar e responde às nossas decisões de forma favorável, dando um sinal mais a esta série e mais um motivo para a aquisição do jogo. Para além disso o facto de podermos transportar o nosso jogo do PC para a Vita e vice-versa vem dar o factor portabilidade que tantas vezes gostaríamos de ver nesta série.

 

 

Publicado
Categorias Análises
Visualizações 3
Ir para a barra de ferramentas