GT Sport, o futuro da competição automóvel

Foi na passada quinta-feira, dia 19 de Maio, que o mundo teve oportunidade assistir ao novo trailer de GT Sport, a entrada da serie Gran Turismo na nova geração. Mais do que ver este trailer, a convite da Playstation Portugal, tivemos a oportunidade de estar no evento de apresentação do mesmo e até mesmo jogá-lo em primeira mão, numa versão ainda prematura do jogo, tal como nos confidenciou Kazunori Yamauchi, o pai da Poliphony Digital e da saga GT: “o que temos ali não é final, eu considero que está a cerca de 50 % daquilo que quero que seja”.

 A chegada ao evento fez-se sobre grande expectativa e com uma recepção fantástica ao som de carros como Lamborghini Huracán, Lotus Elise ou o Nissan Nismo 370Z que faziam algumas voltas de demonstração.

 Mas não seria o único local com carros topos de gama, aliás, na zona da conferência de imprensa pudemos assistir à maior exposição de carros GT Vision alguma vez feita. Foi incrível ver automóveis concebidos pelos fabricantes juntamente com a equipa do jogo, a Poliphony Digital, passarem do GT6 para a realidade e estarem mesmo à nossa frente foi algo de sublime.

 Aliás visão foi algo que Kazunori Yamauchi e a sua equipa sempre tiveram, senão basta ver alguns dos modos apresentados, como por exemplo, o Modo Sport, onde essencialmente vão poder competir com outros jogadores em várias provas sendo que duas delas tem o nome e o apoio oficial da FIA (Federação Internacional Automóvel). Ao competirem nestas provas virtuais, vão acumulando pontos, e realizando certos objectivos poderão conseguir uma carta digital FIA, que através de acordos com vários países têm a mesma validade que uma carta de competição real.

 Todas as novidades foram desbravadas nessa conferência, inclusive o novo Photo Mode, e é claro, a data oficial do lançamento do jogo, 16 de novembro, em exclusivo na PS4 e já completamente preparado e adaptado para o PlayStation VR.23

GT Sport pode muito bem ser um substituto das provas reais de automobilismo. Isto é o salto dos eSports para o mundo real, é aquilo que Gran Turismo sempre prometeu, “The Real Driving Simulator”.

 13217607_10153987905962702_5300895379109474000_o

Entrevista a Miguel Faísca vencedor do GT Academy 2013.

 João Gonçalves – Miguel qual a tua opinião sobre este novo jogo este GT Sport?

Miguel Faísca – eu tive a jogar um bocadinho a versão demo, a versão final ainda não saiu, mas gostei muito do grafismo das novas pistas também só que deixa um bocado a desejar porque ainda não é a versão final, mas pelo que vi estou a gostar bastante.

JG – Uma das coisas que o produtor disse, é que o jogo está a cerca de 50%, qual a tua opinião?

MF – Há sempre espaço para melhorar, portanto, não sei eles hão de saber melhor que eu, mas eu acho que sim. Há umas coisas que ainda se nota que é parecido com o jogo anterior e outras que há uma evolução.

JG  – Sentes que é o próximo preparativo para que pessoas como tu passem ao próximo nível e estarem num carro a serio também a conduzir?

MF – Sim. De facto ajuda muito jogar GT, consegues aprender os circuitos novos. Os circuitos são muito iguais à realidade se jogas aqui e estás na realidade no circuito, notas as semelhanças, é muito bom para a concentração. Claro que à muita coisa que é diferente, o factor medo, o facto de não poderes fazer reset na vida real, mas acho que é um bom começo e ajuda bastante.

Published
Categories Artigos no METRO
Views 55
Ir para a barra de ferramentas