A minha é melhor que a tua!

Como sabemos dentro das sociedades existem diversos tipos de pessoas, mas existem umas pelas quais eu tenho um “carinho” especial. Por isso vamos lá falar sobre as diversas especialidades dessas pessoas.

Para começar são pessoas que acham que tem o privilegio de ser donos do conhecimento total e absoluto, tudo o que possuem é bom, tudo o que dizem está correcto, tudo o que pensam é algo vindo do além! Exemplo: só a marca da consola que compram é que é boa, as outras são péssimas em tudo.

Outra das características engraçadas e o mal dizer de tudo o que não possuem, ou não tem a possibilidade de adquirir. Exemplo: Se sair um jogo exclusivo para a consola rival, estes personagens tendem sempre a vulgarizar o jogo, assim como dizer que as vendas vão ser péssimas.

Mais uma das suas peculiaridades é a falta de argumentos quando entramos em discussão e mostramos que estão terrivelmente errados. Exemplo: Se mostramos que a consola rival tem algumas características sejam de software ou hardware melhor que a deles, ai mãezinha…

Pois bem, depois destas três características bem vincadas destes seres, será que já adivinharam? Parabéns, acertaste, chamam-se fanboys! E porque é que eu tenho um “carinho” especial por estas pessoas, pois bem, antes de mais porque tenho pena que numa sociedade que se deve respeitar as opiniões assim como diversas escolhas de cada um, existirem ainda este tipo de comportamentos e atitudes absolutamente medíocres e retrogradas.

Bem sei que isto também é incentivado por diversos sites de especialidade, e se neste caso estou a referir-me especificamente a fanboys do mundo dos videojogos, isto pode-se expandir ainda mais na nossa sociedade, temos o caso do futebol que eu já nem chamo fanboys, é mesmo fanatismo. Quase que um culto, uma religião. Mas voltando ao nosso universo (os videojogos), como estava a referir muita da culpa é dos sites da especialidade e porquê? Primeiro porque adoram colocar as famosas noticias do “XPTO vs XPTO2”, ou traduzindo, “O meu é maior que o teu”, depois isto leva a existirem discussões com centenas de comentários de fanboys que se acham os reis da sabedoria e que passam a vida a ofender e criar uma guerra ridícula.

Não sei se é por ter nascido no inicio da época de 80 e como era complicado para a maioria dos jogadores ter uma consola, lembro-me que muitas vezes ficávamos felizes por os nossos amigos terem comprado uma consola completamente diferente da nossa e como era bom podermos desfrutar dentro do nosso grupo das consolas de cada um. Uns tinha a NES e mais tarde a SNES, outros a Mega Drive ou a Master System, outros tinha a possibilidade de ter um 286 e mais tarde um 386. E como era bom combinarmos tardes na casa uns dos outros para experimentar os diversos jogos que cada consola ou computador nos podia oferecer. Passar tardes a jogar Mario, Mario Kart, Sonic, Lost Vikings, Elifoot, etc. Tudo numa amizade sã e divertida, sem discussões que só servem para perder tempo. Não significa por isso que não existisse aquela picardia saudável, mas além de ser saudável tínhamos 10 anos… Agora chego a ver crianças e adultos a ter discussões sem nexo apenas por causa de consolas e jogos, isto não é saudável para ninguém! Caramba com um mundo com tantos problemas não tem mais nada para fazer?!?!?

Aproveitem todas as consolas e PC que temos à disposição, aproveitem todos os jogos magníficos que surgem todos os anos para as diversas plataformas e por favor se para a vossa saúde precisarem de criar guerras e conflitos, então que seja por causas humanitárias e algo de interesse para uma sociedade que bem precisa. Deixem em paz esta industria que tanto tem crescido em Portugal e que tanto nos diverte nas horas vagas.

E para finalizar, divirtam-se e bons jogos!

Published
Views 311