O melhor LEGO Batman até agora!

Não será surpresa para ninguém o quão fã eu sou da LEGO, dos jogos da LEGO e do universo da Marvel e da DC Comics, portanto para mim chegou a altura de voltar a ser feliz com LEGO Batman 3: Beyond Gotham.

Mas quando a expectativa é elevada há a possibilidade da queda ser maior, especialmente se tivermos em conta a quantida de jogos da LEGO que têm saídos nos últimos tempos, e ainda para mais, por eu nunca ter ficado satisfeito com a série LEGO Batman como fiquei com as outras séries. Então em que ficamos?

Contextualizando um pouco o jogo, e sendo extremamente simplista, basicamanente temos um super-vilão Brainiac que colecciona tudo, até mundos, portanto através do seu raio miniturizante vai tentar encolher a Terra para colocar na sua colecção. Curiosamente esse mesmo facto faz com que heróis e vilões do mundo da DC Comics se unão com o mesmo objectivo, salvar a Terra, destruir a máquina de Brainiac para todos poderem “brincar” aos heróis e vilões outra vez.

Com esta história criada vamos ter a oportunidade não só de encarnar na personagem de Batman e Robin, mas também de toda a Liga da Justiça e os seus super-vilões, no total teremos cerca de 150 personagens para desbloquear, incluindo os super-heróis da Tv, Connan O’Brien, Kevin Smith ou até Adam West (o Batman original da série de Tv). É uma forma da DC Comics tirar mais uma vez o protagonismo a Batman, apesar do jogo ter o seu nome, mas ao mesmo tempo combater o êxito que foi o Marvel Super Heroes e as suas 250 personagens. E nós agradecemos.

Algo que vamos notar desde cedo no jogo é que um dos pontos que, eu por exemplo mais me queixava na série Batman, foi mudado. Todos os mundos que vamos visitar são mais coloridos do que os cenários apresentados em Gotham, algo que acontecia muitas vezes era a falta de noção da profundidade, a dificuldade que tínhamos em perceber os caminhos ou que fazer devido a esse sentido por vezes monocromático. Agora para além de tudo ser mais “vivo”, os próprios níveis têm uma profundidade muito maior, por exemplo a Batcave com o seu quase labirinto de platformas e zonas ganha uma nova vida neste jogo, ao perceber-se perfeitamente por onde nos temos de movimentar, com os movimentos da câmara a ajudar, mas também com esse descernimento de cores e iluminação que funcionam agora muito melhor.

Já que falei do movimento da câmara, é claro, que terei que falar no modo co-op, o elemento mais divertido de qualquer jogo LEGO, onde tantas e tantas vezes nos queixámos de como o modo dinâmico impedia o divertimento da dupla ao ponto de um jogador ter que desligar o seu comando para o outro conseguir terminar a sua tarefa. Pois bem, meus queridos amigos agora podem usar e abusar do vertical split, um split screen, que vos deixa actuar à vontade sem ter que esperar pelo vosso companheiro ou perderem a mira no objecto que querem atingir, e funciona muito melhor do que se possa pensar porque efectivamente a tal questão da profundidade de que vos falava ajuda imenso.

O que também me deixou feliz, foi o facto de os puzzles com que nos deparamos, serem mais desafiantes, são menos “infantis” se preferirem, numa linguagem LEGO, são mais Techinic do que Duplo, as diferenças são subtis, mas fazem diferença especialmente no decorrer do jogo. Até os níveis com veículos foram aprimorados, vamos ter uma espécie de Resogun com as naves do Batman e do Robin, que fará qualquer fã do Resogun jogar até cair.

Com cerca de 20 horas de jogo vão conseguir acabar o modo história e entrar no Free Play para desbloquearem todas as 150 personagens a que poderão ter acesso caso façam todas as side missions e coleccionem todos os items necessários para o efeito. É tal como foi Marvel Super Heroes, um jogo para fazer 100% e só aí considerar o trabalho feito. O que ajuda LEGO Batman 3: Beyond Gotham neste caso específico é o facto de já estarem preparados 6 Dlc’s, na verdade 3 já estão disponíveis.

b3-dlc-season-pass-1_rteg

O Dark Knight Pack, onde recriamos um dos momentos do filme, ao jogar com o lendário Cavaleiro das Trevas ou o Comissário Gordon, assim como Joker na perseguição a Harvey Dent. Neste DLC Bane e a Catwoman também estarão disponíveis, o Man of Steel Pack onde ajudamos Jor-El, a sua mulher Lara e os robô Kelex a enviar Kal-El para o espaço rumo ao planeta Terra, enquanto Krypton é destruído pelo General Zod e por fim o Batman 75th Pack, que aproveita a celebração dos 75 anos de Batman, e vão com Joker ou Harley numa variedade de desafios de aniversário do Homem Morcego, tal como jogar com o próprio Batman ao longo das várias fases destes seus 75 anos de existência, como por exemplo, no primeiro comic em que surgiu, no Detective Comics #27. Os outros 3 Dlc’s ainda não estão disponíveis sendo que um deles já será baseado na série de televisão “Arrow“.

LEGO Batman 3: Beyond Gotham é o melhor LEGO Batman feito até hoje, e os 6Dlc’s apenas vão comprovar ainda mais isso mesmo. Não sei se haverá mais espaço para mais jogos na série, como também não sei se haverá para a Marvel, mas com o conjunto enorme de filmes previstos para os próximos largos anos, provavelmente vamos a jogar as várias franquias muitos e muitos anos, e eu pelo menos fico agradecido.

 REcomenda_Batman

Published
Categories Análises
Views 79
Ir para a barra de ferramentas