O Regresso do Caos ao Jardim!

Plants Vs Zombies, desde a sua primeira versão que se sustenta numa abordagem cómica e essencialmente divertida, e não só funciona, como é mesmo a marca do franchise, e talvez das únicas coisas que não mudaram entre o primeiro e o último jogo. O que começou por ser um simples Tower Defense, é actualmente muito mais do que isso em Garden Warfare 2, e diria mesmo que a componente que deu origem à conhecida saga tem agora um papel mais secundário.

Uma das novidades que notamos logo de inicio é a implementação do modo Campanha que serve para que nos ambientemos ao jogo, aprendendo todas as habilidades e potencialidades das nossas Plantas e Zombies. Sabendo que este não é o principal Modo de jogo, não deixa de divertir, contendo várias missões que nos vão agarrando por bastante tempo. E na verdade a PopCap Games incentiva a isso mesmo, porque a cada missão completada na Campanha, somos recompensados com moedas que poderemos usar depois na compra de carteirinhas de cromos de modo a obtermos itens e também no desbloqueio de novos personagens.

Quem possui o primeiro jogo vai adorar saber que tem a opção de importar os dados do primeiro Garden Warfare e manter o progresso que já tinha atingido, ficando assim com a vida facilitada.

Outra novidade é a possibilidade de se poder jogar com o ecrã dividido e ter um amigo a acompanhar-nos, algo muito bem-vindo pois é um daqueles jogos sempre divertidos de se jogar  com aqueles que nos são mais próximos (opção apenas disponível na PlayStation 4 e Xbox One). Existe igualmente um Modo Co-op até 4 jogadores o que torna a experiência ainda mais agradável visto podermos partilhar as nossas “aventuras” com amigos.

Os objectivos diários também são uma faceta importante, porque encoraja a revisitar o jogo nem que seja para completar pequenos desafios e dar uns tiros em algumas plantas ou zombies. No entanto, o foco principal é o modo Multiplayer e os seus 12 Mapas (com a provável adição de mais com a chegada de DLC’s), que dá até 24 jogadores e continua a ser frenético como o antecessor, com seis Modos de jogo online, sendo eles Jardins e Cemitérios, Derrubadas em Equipe, Derrubada Confirmada, Ataque Herbáceo e Gnomba e Suburbination. A dimensão dos mapas é grandes e contêm bastante detalhe, e por vezes existe até a sensação de favorecimento da equipa que ataca ou defende, dependendo do contexto. Seja como for, a diversão é garantida.

A jogabilidade continua bastante idêntica e como se costuma dizer “em equipa que ganha não se mexe”, uma vez que foi um dos pontos fortes do título anterior, e até nesse aspecto a PopCap Games fez um excelente trabalho. Arriscamos mesmo afirmar que jogadores que não se sentem confortáveis em shooters, neste caso sentir-se-ão relativamente à vontade, sendo bastante acessível a todos, quer para aqueles se estejam a iniciar no mundo dos shooters online, como para os jogadores mais experientes.

Um dos pontos que talvez precise de alguma afinação é o equilíbrio dos personagens, mas no global o balanço é positivo, e cada um acrescenta algo de diferente. Existem 6 novos personagens, num total de 14 classes, abrangendo mais de 100 Plantas e Zombies com as quais se pode jogar e inclusivamente alguns heróis bem conhecidos da saga. A componente de personalização está bem presente no jogo, o que permite a diferenciação necessária e um toque pessoal, o que é sempre interessante.

Não é visualmente deslumbrante quando comparado com outros jogos, mas também não o tenta ser, e naquilo que oferece podemos mesmo dizer que se mostra de uma forma muito própria, não desiludindo, e até estando muito melhor que o seu antecessor, parecendo que estamos a visualizar um cartoon em 3D. Tenta especialmente apresentar-se de uma maneira animada, muito ao estilo a que sempre nos habituou, iluminado, colorido, bem-humorado, e com agradáveis efeitos.  Não são poucas as vezes que damos por nós a rir, e a próprio arte do jogo exerce essa influência em quem está a jogar, a boa disposição é a palavra de ordem.

Em jeito de conclusão podemos dizer que Plants vs Zombies: Garden Warfare 2, é um Shooter bastante sólido, menos popular em relação aos concorrentes, mas desafia certamente alguns grandes nomes dentro do género, com uma diversão muito única e quem lhe der uma oportunidade e dedicar algum tempo, não ficará de certeza desapontado.

Author Nuno Mendes
Published
Categories Análises
Views 85
Ir para a barra de ferramentas