PES 2014 Vs FIFA 14

Agora que já saíram as demos do Fifa 14 e do PES 2014, já pudemos comparar os dois jogos que tentam liderar o campeonato de melhor simulador de futebol.

O FIFA continua a apostar nos treinos enquanto esperamos pelo loading do jogo que vamos realizar, e parece que tiveram atenção à demanda de mais treinos e uma maior durabilidade nesse sistema, aqui o Pes apostou por uma maior rapidez na entrada para o jogo para depois se alongar efectivamente em todos os pormenores do início de uma partida. E aqui a Konami dá uma tareia na EA Sports até mesmo com jogos muito mais fracos que o FIFA, desde a interacção dos jogadores no túnel, o aparato televisivo, o cantar dos hinos (no caso das seleções), os adeptos a corresponderem com coreografias, ou até a acção dos patrocinadores, como por exemplo no Estádio da Luz, bandeiras da MEO, tal como acontece na vida real. Ainda neste contexto de pormenores, a Konami teve atenção aos jogadores que estão a aquecer ou no banco, ou os elementos da equipa técnica. Já do lado da EA Sports tal cuidado não aconteceu, são bonecos estáticos sem cor ou vida, a entrada das equipas é igual à do ano passado, todos os elementos exteriores parecem semelhantes à edição do ano anterior. E é isso que me entristece naquele que tem sido o dominador dos jogos de futebol, é que parece um upgrade de estatísticas, de transferências de equipamentos e equipas, no fundo um update de base de dados e trouxe pouco de novo. 

Antes de chegarmos à jogabilidade e aos gráficos, talvez os dois aspectos mais importantes, temos que assinalar que as licenças que os jogos conseguiram adquirir vão ser um factor determinante na escolha do jogo. Quem gosta que todos os clubes estejam representados da forma mais digna e real provavelmente vai preferir o Fifa, visto que conseguiu a licença de praticamente todos os campeonatos mundiais, assim como a exclusividade nos estádios espanhóis e a parceria com os maiores clubes europeus para a recriação dos seus estádios. Mas não se desiludam amantes do PES, o modo de edição que o jogo dispõe e a larga comunidade de editores com certeza irá dar volta a essa questão, no entanto este ano, não o poderão fazer em relação aos estádios, visto que o editor de estádios não vai fazer parte do jogo.

De facto as novidades prendem–se com os menus de visualização que estão muito mais dinâmicos e com um ambiente muito mais premier league, se me faço entender. Outro aspecto que não podemos descurar em ambos os jogos foi o trabalho gráfico desenvolvido nas caras dos nossos jogadores, e se o Fifa tem mais jogadores com as suas feições recriadas, o Pes tem mais jogadores portugueses e dos 3 grandes fielmente recriados assim como a sua personalidade futebolística recriada no jogo, neste caso passaram para 200 jogadores.

Na jogabilidade o Fifa 14 depois de ter chegado ao patamar de excelência do ano passado, não alterou muito este ano, apenas afinou questões como quando um alívio ia parar a um atacante sem muita lógica; o choque entre os jogadores parece mais natural, no entanto senti ao jogar um grande atrofio no sistema de finta curta ou finta de corpo afectando o controlo da bola, parecia demasiado mecânico e pouco real.

Já o PES só tinha a melhorar, por isso para os gamers tudo será novidade. E as novidades são boas, o jogadores já não estão robóticos, se bem que com algumas falhas e bugs, o contacto físico está mais real, os centros já têm que ser colocados e não apenas carregar no círculo, os remates estão mais reais com os efeitos na bola e os desvios que acontecem a dar uma certa imprevisibilidade na jogada que me agradou. De facto esse factor surpreendeu-me porque o jogo tornou-se menos matemático, mais fluído, mais rápido e dinâmico, um pouco à semelhança do que é na vida real. Nem todos os jogadores seguram a bola com a mesma destreza e segurança que o Messi ou o Ronaldo, o “Bruto” Alves é fraco com os pés e isso nota-se, o Coentrão um franganote mas ganha em velocidade, isto é, pareceu-me mais “humano” nesse sentido.

Apesar de todas estas diferenças e parecenças, a verdade é que o gosto de cada um é vos vai fazer escolher entre o Fifa 14 e o PES 2014.

Eu cá acho que com o Estádio da Luz licenciado, com o ambiente no estádio a ser recriado daquela maneira, tal como o pormenor da recriação dos jogadores do Benfica me vão levar a comprar o PES 2014 para a PS3, até porque apenas sairá para esta plataforma da Sony, quanto ao Fifa 14, acho que vou esperar um pouco para o testar com a PS4 e depois logo se vê, é que eu ainda quero sonhar que o Benfica pode ganhar a Liga dos Campeões, nem que seja na Playstation….

Publicado
Categorias Análises
Visualizações 15

Comments (2)

  • Novembro 19, 2013 at 8:57 am
    […] isto vamos ao que interessa, o FIFA 14. Já tínhamos feito aqui uma preview ao jogo até em formato comparação com o PES 2014, mas o jogo da EA Sports merece um […]
  • Fevereiro 4, 2014 at 7:27 pm
    […] da época futebolística falávamos da luta entre PES 2014 e FIFA 14 e na comparação que fizemos aqui, se bem se lembram, um dos aspectos que referi que o PES conseguia bater o jogo da EA Sports, era a […]

Comments are closed.

Ir para a barra de ferramentas