PES 2018: Sugestões táticas – Parte 4

Se podemos considerar as Instruções Ofensivas e as Instruções Defensivas como a estrutura fundamental na atuação da Inteligência Artificial, é nas Instruções Avançadas que podemos alcançar a identidade do nosso jogo.

Contudo, devem ser escolhidas de forma sensata, não só porque estamos limitados a quatro Instruções Avançadas (duas de Ataque e duas de Defesa), mas também porque têm um impacto tremendo na forma como os vossos jogadores se vão comportar sem bola.

Comecemos então pelas Instruções Avançadas de Ataque, e mais precisamente pelo Falso Ala, que no caso de jogarem com Médios Esquerdos e Médios Direitos, força que estes joguem mais por dentro. No processo, também os laterais ganham espaço e profundidade para atacarem com menos oposição.

É uma estratégia que funciona melhor em estilos que favorecem a posse, de modo a podermos tirar melhor partido dos laterais, mas quando bem utilizada, é verdadeiramente poderosa, com bastantes linhas de passe e um enorme potencial nas combinações pelo meio. No entanto, há que ter em conta que existirão menos unidades em transição defensiva, especialmente se a perda da bola ocorrer no corredor central.

 

 

A opção de Defensivo dá-nos a oportunidade de restringir o movimento atacante do jogador selecionado, não o deixando subir, contudo, só faz algum sentido no caso dos laterais, já que conseguimos condicionar os comportamentos de uma maneira mais exata através das posições.

Com Abraçar a Linha os jogadores abrem nas faixas (incluindo aqueles posicionados em zonas mais interiores), criando assim superioridade numérica nos flancos. Ótimo para modelos onde tentamos atrair num flanco, apenas para virar rapidamente para o outro.

A opção de Laterais Ofensivos explica-se por si só e é indicada para quem pretende influenciar exclusivamente a dinâmica dos defesas laterais. Ainda assim, quem quiser poupar numa Instrução Avançada, pode simplesmente trocar a posição de Defesa por Médio, uma vez que o efeito será praticamente igual.

A versatilidade da Rotação nas Alas não pode ser menosprezada, especialmente por quem aposta no jogo exterior. Tanto serve para táticas de contra-ataque, como de posse; oferecendo possibilidades intermináveis de combinações para que tenhamos sempre linhas de passe nos flancos. Porém, resulta melhor com o Alcance do Apoio mais curto.

 

 

Para quem é forte a circular a bola, o Tiki-Taka aliado ao Passe Curto, ao Dominar a Posse de bola, e a um Alcance do Apoio próximo, é uma autêntica dor de cabeça para o adversário. Com vários jogadores perto do portador da bola, sem marcação, e pedindo constantemente no pé. Por outro lado, há muito menos movimentos de rutura, obrigando a uma posse paciente.

Não vejo grande utilidade no Falso 9. Além de não funcionar muito bem em esquemas com mais de um avançado, raramente está onde precisamos, sendo difícil prever onde irá surgir. Acaba por ser melhor trocar um AC ou um SA (em zona central) por um MO, sendo que lhe proporcionará uma maior participação no jogo, com um raio de ação mais alargado.

Com Esperar Cruzamento, no último terço, quando a bola chega aos flancos, há uma imediata envolvência por parte dos elementos mais adiantados de maneira a estarem preparados para um cruzamento que possa acontecer. Dando um exemplo: o extremo do lado oposto e o MO fazem número na área, dificultando a marcação adversária.

Ideal para quem faz dos cruzamentos a chave do seu jogo.

 

 

Por fim, os Falsos Laterais, onde o DE e o DD têm a tendência em deslocarem-se para o meio. Uma opção interessante, já que muitas vezes os laterais têm espaço em zonas mais interiores para transportarem a bola, atraindo a oposição e deixando os alas com mais espaço na linha. Ainda assim, não compensa a falta de largura em construção, principalmente contra adversários que saibam pressionar alto.

Escolher bem as Instruções Avançadas marca a diferença para as grandes táticas, portanto decidam conforme o que precisam de potencializar no vosso modelo de jogo.

Se perdeste as anteriores Sugestões táticas, podes consultá-las aqui:

Sugestões táticas – Parte 1

Sugestões táticas – Parte 2

Sugestões táticas – Parte 3

Author Nuno Mendes
Published
Views 153

Leave a Reply

Ir para a barra de ferramentas