Querem um museu de videojogos?

Quantos de nós nunca pensou em ter um museu de videojogos em casa? Pois bem, há uns que fazem um melhor trabalho do que outros, mas a verdade é que o espaço é sempre um dos maiores problemas.

Este é também o maior problema do “The Games Detective“, projecto liderado por Mário Tavares que tantas vezes já deu a conhecer o seu espólio, como aconteceu por exemplo, no Lisboa Games Week do ano passado. Para tentar colmatar esse problema e instaurar o “The Games Detective Museum“, arrancou esta semana uma campanha de crowdfunding para angariação de fundos, que tem como objectivo a manutenção e preservação da História da revolução electrónica, durante os últimos 40 anos.

Mário Tavares, CEO da The Games Detective Museum, menciona cinco objectivos principais para o museu:

1 – –Preservar a história dos videojogos e artefactos relacionados.

2 – Educar o seu público sobre a herança cultural desta indústria.

3 -– Conceber uma exposição que oferece uma experiência viva, em que o público pode interagir e jogar com as obras expostas.

4 –- Criação de uma oficina de reparação do material tecnológico e eletrónico antigo.

5 –- Construção de um espaço de trabalho permanente, workshops e eventos esporádicos.

Podem contribuir da forma que quiserem, no valor que quiserem, sendo também diferentes os benefícios que terão ao fazê-lo.

Para conhecerem todos os pormenores deste projecto e para contribuir para esta causa, basta passar por aqui.

Published
Categories Notícias
Views 78

Comments (2)

Comments are closed.

Ir para a barra de ferramentas