Simplesmente extraordinário, incrível e fenomenal!

Bem-vindos ao Festival Horizon, desta vez numa viagem até à Austrália repleta de aventuras, novos rivais, corridas frenéticas e de paisagens deslumbrantes. Este bem que podia ser o resumo de Forza Horizon 3, no entanto seria sempre algo redutor considerando tudo o que o jogo têm para oferecer, porque na verdade, é muito mais do que isso.

Como já vem sendo hábito desde o lançamento da Xbox One, a Turn 10 Studio e a Playground Games têm sido mestres ao usar o poder da Xbox One, conseguindo nos seus jogos um rácio de FPS acima de qualquer outra produtora, oferecendo sempre produtos do melhor que podemos encontrar. Quero com isto dizer que Forza Horizon 3 não foge à regra, antes pelo contrário, vem isso sim mostrar que a Xbox One tem ainda muito para dar, dotado de gráficos quase perfeitos, com detalhes verdadeiramente preciosos, mantendo o rácio de FPS altamente estável e nunca fugindo do essencial: a diversão do jogador.

Em Forza Horizon 3 o nosso fantástico festival está de volta, desta vez em terras Australianas, um continente onde o clima é maravilhoso, os cenários são de deslumbrar e há terrenos e eventos para todos os gostos. E atenção, porque quando digo “nosso”, não é por acaso, uma vez que ao contrário do anterior Forza Horizon somos realmente donos do festival. Aqui somos nós que decidimos o que fazer, como fazer e quando fazer, tudo é feito ao nosso gosto e com toda a liberdade.

Liberdade é a palavra que define Forza Horizon 3, podendo desfrutar completamente do mapa e ir onde nos apetecer. A condução é simplesmente incrível e começamos logo ao volante de um Lamborghini Centenario, sendo imediatamente possível experimentar a sensação de condução impressionante que este jogo nos traz. Condução essa também se sente de diferentes formas conforme o carro e o tipo de terreno. É difícil explicar, mas a verdade é que apenas com um comando e a sua vibração, conseguimos sentir genuinamente o carro. 

As primeiras horas de jogo servem essencialmente para mostrar as novidades e para ficarmos com uma noção das possibilidades, o que impressiona, ao ponto de ficarmos mesmo espantados com tanta variedade. O ritmo é totalmente alucinante, levando-nos a mergulhar completamente no jogo, sendo difícil afastarmo-nos nem que seja por um segundo. Outro aspecto viciante existe na forma das recompensas, e tudo o que fazemos, desde o mais simples ao mais complexo, recompensa-nos sempre de alguma maneira. Podemos apenas andar pelo mapa a desfrutar dos belos cenários em corridas frenéticas, ou tentando simplesmente bater o tempo dos adversários, existindo em todas as situações algum benefício, seja em XP, em CR (dinheiro do jogo), fãs, ou mesmo em pontos de habilidade que nos permitem ir desbloqueando novos bónus.

O jogo é composto por um sistema em que vamos subindo de nível à medida que vamos ganhando XP, e quando subimos de nível temos acesso a um sorteio em roleta, onde há a possibilidade de ganhar CR ou carros. Já os fãs servem para irmos expandido o nosso festival e aos poucos vamos “abrindo” festivais por todo o Mapa. De referir também que ao expandir o festival somos brindados com novas provas em redor desse local, além de que existe sempre algo a ser-nos oferecido, seja um novo carro para a nossa garagem ou vários outros que se encontram em promoção com o objectivo de pouparmos alguns CR’s.

Já que falamos em carros, Forza Horizon 3 colocou a fasquia bastante alta no que toca à quantidade, e ao todo podem contar com 373 carros, de várias marcas e de variados anos e tipos, desde Pickup’s, Jipes, Muscle car’s, carros desportivos, e muitos mais. De fora ficaram as marcas Porshe e a Volkswagen devido a não terem chegado a acordo relativamente às licenças.

É possível alterarmos o nosso carro em quase todas as frentes, desde transmissão, motor, disco de travões, jantes, pneus, ailerons, enfim, um vasto leque de opções para os mais entendidos na matéria terem assim a oportunidade de personalizarem o carro como quiserem, com os melhores atributos possíveis. Existe igualmente a opção de alterar a afinação da máquina de forma a conseguirem os tempos ideais consoante a prova em questão. Quanto aos mais noviços, podem estar descansados que existe a opção de pedir ao jogo para fazer tudo isso automaticamente, conseguindo assim ter o melhor equipamento dentro da categoria do carro.

Os Drivatars continuam no jogo, e para quem não souber o que é, explicamos que são os jogadores que existem na nossa lista de amigos ou que também possuem o jogo mas são neste caso comandados pela inteligência artificial. O que significa que os podemos encontrar em qualquer local do mapa e correr contra eles, tendo mesmo a possibilidade de convidá-los para participarem no nosso Grid se os vencermos. Existe também um melhoramento significativo e que faz bastante diferença, isto é, sempre que entrarmos na corrida de algum jogador como Drivatar iremos receber os CR que o nosso Drivatar conseguir arrecadar, o que faz com que possamos receber CR sem que estejamos sequer a jogar. Uma boa surpresa para quando chegarem a casa e se depararem com o vosso saldo bem recheado.

O Mapa de Forza Horizon 3 é um mundo autêntico, incluindo todos os tipos de cenários e corridas, desde provas no asfalto, terra batida, areia da praia e claro, corridas mistas em todos os tipos de cenários. Contudo, convém salientar que foi para mim algo complicado habituar-me à condução no estilo inglês, sendo que na Austrália conduz-se à esquerda, o que me levou recorrentemente para contramão.

Quanto aos eventos, e como já foi escrito, existem de todos os tipos, sendo na forma de campeonatos, corridas simples e também o evento “Rivais” que consiste em levar-nos a bater o melhor tempo de outros jogadores logo a seguir ao nosso em determinado circuito (sem esquecer os habituais CR/XP, obviamente). Espalhadas pelo mapa podemos igualmente encontrar as famosas e proibidas corridas de rua, quase sempre passadas durante a noite e com a visibilidade mais reduzida como é de esperar, mas sempre muito divertidas onde podemos encontrar carros com bastantes alterações face aos seus modelos originais. Importante também alertar para os carros abandonados em vários pontos do Mapa, que terão lugar reservado na nossa garagem caso os descobrirmos e assim podermos usá-los à nossa vontade (depois do respectivo arranjo, claro).

Outra das novidades, é a possibilidade de sermos nós a criar e organizar um evento, escolhendo as corridas e as regras, com o pormenor de esses mesmos eventos ficarem disponíveis para outros jogadores, o que irá provavelmente provocar a expansão da comunidade de Forza Horizon 3 e aumentar assim a escolha dos jogadores, permitindo que o Mapa tenha sempre bastantes eventos para participarmos.

Uma nota ainda para as placas de publicidade que existem ao longo dos percursos e que ao passarmos por elas ficam de pronto assinaladas no mapa, e quando destruídas somos premiados com XP extra. E continuando nos pormenores, há a hipótese de visitar locais conhecidos simplesmente para admirarmos as paisagens com a mesma recompensa de XP.

Forza Horizon 3 é o segundo jogo Xbox Play Anywhere, quer isto dizer que além de o poderem jogar na vossa Xbox One e no Windows 10 ainda é cross-plataform entre eles, significando que apenas precisam de comprar um código do jogo, obtendo acesso em ambas as plataformas.

Por tudo o que já foi dito e por muito mais que não foi descrito aqui, podemos dizer que Forza Horizon 3 é, sem dúvida, o melhor jogo de automóveis feito até ao momento, uma verdadeira obra de arte que vai trazer imenso divertimento a quem decidir comprar o jogo. É já certamente um dos jogos do ano de 2016.

simenaoforzahorizon3

Published
Categories Análises
Views 367

Comments

No Comments

Comments are closed.