SOMA surge da cabeça de Thomas Grip o director criativo da Frictional Games, um dos vários estúdios indie que trabalham também de perto com a PlayStation, nomeadamente a PS4 neste caso. Este estúdio sueco é conhecido por trabalhar em jogos de terror desde 2006, devem se lembrar por exemplo de Amnesia: The Dark Descent.

10201738836_037b132930_z

SOMA, é então um jogo de terror sci-fi jogado na primeira pessoa, onde assumimos o papel de uma pessoa completamente normal, presa num mundo em que tudo vos vai parecer saído de um pesadelo. Lembram-se da nossa review a Lone Survivor? Tem muitos aspectos em comum, nomeadamente no ambiente e efeito que quer conseguir.

10201628654_d585580796_z

Neste jogo vamos por isso mesmo ter que explorar e sobreviver numa narrativa complexa e por vezes desconexa em que o pesadelo e a realidade muitas vezes se podem confundir. O tema central será a consciência ou a consciencialização, no sentido de gerar perguntas, levantar questões sobre tudo e nós mesmos, “será que temos livre arbítrio?”, “as máquinas podem ter consciência”, estes foram apenas alguns exemplos que Thomas Grip indicou para explicar o objecto central do jogo.

SOMA vai sair para PC e PS4 e promete fazer-nos arrepios na espinha…

About The Author

Fundador do Site - Salão de Jogos, o Commodore Amiga 500 foi o seu melhor amigo durante décadas e ainda hoje sabe de cor a equipa principal do Benfica do Sensible Soccer 94/95. Nos tempos vagos ainda edita as botas dos jogadores do FIFA e do PES.

Related Posts