O que é isto?

Foi a minha primeira reacção com este jogo… Mas depois de começar a jogar, senti-me completamente em casa.

Antes de falar do jogo falemos da consola, a Vita cada vez mais tem sido uma plataforma onde muitos indie developers tem colocado os seus jogos, e se isso nos deixa a nós jogadores com um sorriso? Oh se deixa.

A_1392129418

Pois é TxK é um shooter daqueles à antiga, daqueles que nos faziam perder horas nas arcadas, horas nas consolas em casa, enfim horas e horas, pois era fascinante aquilo que estava a nossa frente, uma pequena nave e inimigos para destruir. TxK é entusiasmante pois é um sucessor de todos esses shooters antigos, em que um pequeno pixel (a nossa nave vá) destrói todos os outros que encontra pelo caminho.

Agora não temos um pixel, temos uma espécie de “nave” que anda sempre na parte de cima de um tubo, ou cubo, ou mesmo uma folha, ou seja diversos planos diferente sempre pronto a disparar contra os inimigos que vão aparecendo a vir na nossa direcção, ao ritmo de uma banda sonora electrizante tão típica de acção dos anos 90.

Em mais de 100 níveis todos diferentes iremos contar com vários powerups, e dificuldades acrescidas num título viciante. As cores vibrantes, aliadas a um ambiente sonoro incrível fazem deste título mais um título incrível para a Vita, que como disse no início é cada vez mais a plataforma para jogos indie.

Apenas um pequeno ponto menos positivo, é o facto de com tanta cor e movimento os menus são um bocado confusos, e também o facto de sendo um jogo simples o mesmo não usa todas as potencialidades da consola como poderia fazer.

About The Author

Feito em laboratorio, e nascido em Lisboa, desde cedo começou a esmagar botões em consolas e arcadas, fã de retro-gaming, anda sempre a procura do mais antigo modelo de consolas. Não percebe de futebol, mas vibra com sensible soccer. Alivia o stress em jogos online onde espalha o caos. Kifflom!

Related Posts