Ultra pouco Street Fighter IV

Por esta altura já devem ter percebido que somos fãs de Street Fighter. Fez parte das nossas vidas desde pequenos, lembramo-nos das peripécias para entrar num salão de jogos para jogar numa árcade, ou quantos joysticks partimos aos nossos primos.

Já são mais de 25 anos de Street Fighter que foram excelentemente retratados num edição de coleccionador que podem conhecer em pormenor através do nosso unboxing.

Como vêm Street Fighter é daquelas sagas que sempre mexeu connosco, portanto Ultra Street Fighter IV para a PS4 foi recebido com muita expectativa na nossa redacção.

Ligámos a consola, agarrámo-nos aos comandos e quando chegamos ao menu olhámos uns para os outros… “Mas que raio se passa aqui?”… “Tens a consola cheia de lixo de certeza!”, perguntaram-me, mas não, era mesmo verdade…

O jogo está lento, os menus estão lentos, com dificuldade na execução, desafio à paciência e falta de consideração perante um jogo que estava bem executado.

(Actualização) – Na altura em que foi escrita esta review ainda não tinha sido o patch 1.02 que podem ver no vídeo acima.

Talvez a ideia da Sony Computer Entertainment entregar a um estúdio externo, a Other Ocean, não tenha sido a melhor opção, apesar de não ser um estúdio com uma má reputação, o trabalho não ficou bem feito.

Problemas no som, problemas com o antialising, a questão dos menus que já referimos, e até mesmo a experiência online que fica atrás da versão das antigas gerações, deixou-nos com um amargo de boca, que na verdade não entendemos.

Alguns poderão achar que estamos a ser um pouco duros nesta nossa análise, mas isso é fruto daquilo que já nos foi dado pela Capcom e pela Dimps, e que a Other Ocean conseguiu estragar nesta conversão.

É claro que a experiência Street Fighter está toda lá na sua jogabilidade e ambiente que há mais de 25 anos nos fizeram felizes, mas teremos grandes dificuldades em digerir todos os problemas na navegação e no online, que facilmente nos vão tirar a paciência. É também verdade que claramente surgirão patch’s para estes problemas, mas não conseguimos compreender como é o jogo saiu assim.

Fica apenas a frustração de uma versão PS4 que com o seu botão share poderia dar a oportunidade de uma partilha entusiasta dos fãs e de um modo online que poderia fazer muita gente mexer neste jogo na nova geração mas que ficará por terra com a fraca experiência que Ultra Street Fighter IV nos traz.

Apesar do seu preço simpático (24,99), apenas os acérrimos fãs da saga o vão ver como uma boa experiência enquanto esperam por Street Fighter V.

recomenda-sf4

Published
Categories Análises
Views 42
Ir para a barra de ferramentas