Ultra Street Fighter IV – Review – PS3

Há quem pense que este Ultra Street Fighter IV possa ser mais uma manobra para vender mais umas cópias de um jogo que faz as delícias de muitos de nós há décadas, e em parte podem estar certos, mas para já pensemos sobre o assunto.

A verdade é que os “ultra” os “super” ou os “hyper” em Street Fighter já vêm de longe e nem por isso foram vistos nesse sentido. No fundo foram sempre upgrades, trouxeram quase sempre personagens novas ou abordagens diferentes. Longe vão os tempos do scroll 2D e cada vez mais os cenários 3D ganharam vida e interesse próprio.

Por isso não é de estranhar que nos chegue este Ultra Street Fighter IV que traz um sistema muito mais equilibrado entre as personagens jogáveis, no sentido de aproveitar a forma de combate de cada um, mas fazendo com que os combates online sejam muito mais interessantes. Podem preferir os ataques rápidos ou fortes, de longo ou curto alcance ou até mesmo um dos 3 tipos de Special Moves.

USFIV-Decapre-Screenshot-01

Só por aí já temos motivo para experimentar as 44 personagens, principalmente os recém-chegados, Rolento, Hugo, Elena e Poison, em versões que lembram bastante “Street Fighter X Tekken”, e a estreante Decapre, que sim, tem a aparência de Cammy, mas conta com um estilo de jogo totalmente diferente.

O gigante Hugo, funciona como Zangief e Hakan. Elena traz os movimentos da capoeira e é extremamente rápida, Poison e Rolento têm estilos bastante mais próprios, são “todo o terreno”, por último Decapre é um caso à parte, e apesar de muitos não terem gostado desta adição, a verdade é que a personagem foi melhorada em muitos aspectos e agora é uma das mais escohidas para os campeonatos online, devido à sua precisão e rapidez de ataque.

Para além destas novidades podem contar com o modo Red Focus, que basicamente consegue acumular o dano de praticamente qualquer ataque. O comando é um pouco diferente, exige que o jogador aperte o soco fraco junto com os habituais médios do Focus normal, e também gasta automaticamente duas barras de Super.

E já que estamos a falar de ataques especiais que tal a possbilidade de usar dois Ultra Combos?! Agora com o Ultra Combo W já o podemos fazer, sendo que a desvantagem é que cada um deles vai causar menos dano do que o modo tradicional, mas dá-nos uma margem bem maior de variedade de ataques e até mesmo de estratégia de jogo.

Podem ainda contar com a vasta maioria dos fatos lançados através de DLC, a possibilidade de poderem humilhar os vossos amigos ao partilhar no Youtube as vossas partidas e os modos de campeonato online.

Poderá não ser a versão definitiva de Street Fighter, aliás porque nenhum nunca o será, mas é uma versão muito completa, talvez a mais completa de um Street Fighter, nomeadamente do seu quarto capítulo.

Publicado
Categorias Análises
Visualizações 9
Ir para a barra de ferramentas