Um destino complicado…

Se a nova expansão de Destiny, The Taken King tinha sido notícia pelas melhores razões, por mostrar que a Bungie está a ouvir os jogadores, pelos conteúdos apresentados e tudo mais, a expansão tem sido alvo de petições e reclamações pelo preço apresentado.

Se para os que ainda não adquiriam o jogo, a Legendary Edition que traz o jogo mais os dois primeiros DLC’s, The Dark Below e House of Wolves e mais a nova expansão, The Taken King, por 59,99 é um excelente preço, pagar mais 39,99 apenas e só pela expansão tem sido uma pedra no sapato para todos aqueles que compraram o jogo no início. É que esses já tinham gasto 69,99 pelo jogo mais 34,99 pelos dois (através de Season Pass) e mais 39,99 pela nova expansão, já vamos quase em 150 euros, algo bem difícil de digerir pela comunidade de jogadores.

Mas o problema continuou a tomar porpoções desmedidas com o facto da Collector’s Edition com todos os conteúdos, com alguns coleccionáveis e alguns items in-game exclusivos da edição ser colocada à venda por 79.99.

taken-king-collectors

A questão é simples, para além do valor pedido ser ofensivo para quem comprou o jogo desde o dia 1, o facto de trazer conteúdos exclusivos para quem comprar essa edição é atroz e levou à comunidade a colocar uma petição online (que já ultrapassou os 21 mil assinantes) e quase a levar a Bungie à forca.

Para apimentar a questão, Luke Smith, designer do jogo e director criativo da nova expansão, numa entrevista à Eurogamer.net, na E3,  deu a entender que não dá valor às pessoas que jogam desde o lançamento do jogo em Setembro do ano passado.

Com o caos instalado, a  Bungie entrou em modo de controlo de danos e prometeu oferecer recompensas e soluções. Primerio através de um comunicado com Luke Smith a pedir desculpas aos jogadores e a explicar a situação, comunicado que podem lear aqui; e depois ao afirmar que vai recompensar todos os jogadores que já estiverem a nível 30, que jogam desde o início e têm as duas expansões. Pelo que conseguimos apurar através da página da Bungie, serão: um shader, um sparrow e um emblema. Se bem que foram prometidas mais informações ainda esta semana.

VIP_Rewards

Já a solução da Bungie para os conteúdos exclusivos da edição de coleccionador é vendê-los em separado.Contentes? Enganam-se, a solução é pagar mais 20 euros por 3 emotes (danças / gestos), 3 shaders e 3 itens de classe exóticos com bónus de experiência, isto é, 40 euros pela expansão mais 20 euros por estes conteúdos. Ah não tinham percebido?! Pois isto vai de mal a pior e parece que não vai ficar por aqui.  Com tanta coisa continua a valer mais comprar a Collector’s Edition e vender ou oferecer o jogo e os primeiros DLC’s a quem queira e não tenha.

Digital_Items

E já que estamos a falar desta problemática geral em torno da expansão The Taken King, referir ainda que Red Bull será um dos parceiros e que por isso mesmo quem adquirir a bebida energética numa loja 7 Eleven a partir de Julho (e estamos a falar apenas na América do Norte), terá direito a dois conteúdos exclusivos. O primeiro é um Focused Light, um consumível que poderão apenas utilizar uma vez por código, que dará Bonus de Xp durante 30 minutos e acesso exclusivo até ao final do ano a uma nova Questjpg

Nós por cá, na Europa o que poderemos sempre fazer é comprar no ebay ou algo do género. Se o fizerem poderão depois passar por aqui para registarem o vosso código e ganhar acesso aos dois conteúdos exclusivos. Segundo o mesmo site, Mike “Flamesword” Chaves, atleta da Red Bull, pro player, e antigo truiandor da OpTic Gaming dará algumas dicas e truques aos jogadores sobre esta nova Quest, quando ela sair a 15 de Setembro.

Até lá, muito tinta ainda vai correr…

Published
Categories Notícias
Views 56
Ir para a barra de ferramentas