Vencedor com um mata leão!

As lutas de MMA têm cada vez mais espectadores em Portugal e em países como os Estados Unidos, Brasil e Canada já é uma das modalidades com maior sucesso.

Devido ao “hype” que esta modalidade tem tido, a EA Sports lançou o EA Sports UFC 2. Não é a primeira vez que a EA Sports lança um título de UFC, no entanto, o primeiro jogo não teve uma crítica positiva, tanto pela dificuldade em fazer certos golpes, como por ter uma curva de aprendizagem com relativa dificuldade.

A qualidade gráfica salta-nos logo à vista quando olhamos pela primeira vez para EA Sports UFC 2, especialmente nos lutadores, recriados ao pormenor. Os ringues de combate também foram fielmente transportados para o jogo, representando quase todos os locais onde ocorrem combates de UFC.

O realismo dos golpes impressiona igualmente e os rostos desfigurados tal como o sangue no octógono são apenas alguns dos exemplos. Os impactos dos golpes estão bem replicados, causando a sensação de dar ou sofrer o golpe.

Até as expressões do célebre apresentador Bruce Buffer estão incluídas, e um dos pormenores que sublinham bem a qualidade do jogo, particularmente para os fãs.

Os combates femininos são uma das grandes novidades, existindo agora a possibilidade de se escolher algumas das grandes lutadoras de UFC, tendo logo como cabeça de cartaz Ronda Rousey, a judoca que já ganhou o título na sua categoria e capa do novo jogo da EA Sports. Todos os modos de jogo contam também com as lutadoras femininas, logo se estão empolgados em poder recriar lutas desta categoria ou mesmo fazer carreira com determinada lutadora, têm agora essa oportunidade.

Os controlos estão muito mais simples em comparação ao jogo anterior e facilmente apanhamos o jeito, conseguindo competir com qualquer lutador, contudo, se queremos perfeição e conseguir rapidamente o KO é necessário dominar os vários golpes, o que requer alguma prática. Combater no chão também já não é tão difícil, sendo que agora é facilitado pelo sistema de opções às quais temos acesso através do analógico direito, que nos permite seleccionar o golpe que pretendemos.

São vários os modos de jogo. Começando pelo mais básico, o Modo Lutar Agora, que é nada mais do que escolher dois lutadores e ir imediatamente ao assunto, é mesmo o melhor Modo para uma luta rápida, ou quando temos a companhia de um amigo em casa.

Evento Personalizado é outro dos Modos de jogo, onde podemos criar os nossos próprios eventos definindo as lutas e os respectivos cabeças de cartaz.

Tal como no antecessor, UFC 2 apresenta um modo carreira local que oferece uma boa oportunidade de se ir progredindo e aprendendo cada vez mais sobre o jogo, sendo mesmo possível criar o nosso lutador com as habituais personalizações, e são muitas. Neste modo será preciso treinar e combater para melhorar as características do lutador, e claro, lutar por títulos.

Existe também um modo desafios onde temos de conseguir superar diversos desafios, fazendo os golpes que nos são exigidos, o que se torna também uma excelente forma para aprender os vários ataques. Outro dos modos igualmente indicados para aprender é o de treino, e aqui escolhemos dois lutadores, estando um deles imóvel e à mercê dos nossos ataques, o que nos deixa à vontade para treinar as técnicas que desejarmos.

Um dos novos modos de jogo e bastante divertido por sinal, é o modo nocaute, cujo objectivo, como o próprio nome indica, é o de vencer o nosso adversário dessa mesma forma, sendo que não existe limite de tempo.

Já nos vários modos online temos a Luta Rápida, onde escolhemos um lutador de uma categoria e lutamos contra um adversário dentro dessa mesma categoria. Há também o modo Rivalidades Online onde podemos lutar contra quem estiver na nossa lista de amigos. Ainda na componente online, de mencionar o Modo de Campeonatos Oficiais, em que seleccionamos as categorias nas quais queremos competir e onde teremos de vencer lutador a lutador e progressivamente subir de divisão até ao título.

Agora a maior novidade em EA Sports UFC 2 e que irá tornar-se sem duvida num enorme sucesso é o modo Ultimate Team (UT), e os jogadores de FIFA conhecem bem este modo. Um modo carreira mas totalmente online, sendo que neste caso o principal não é apenas um lutador mas sim uma equipa, visto que podemos criar até cinco personagens de ambos os sexos, escolhendo os seus estilos de luta e a sua categoria. Se no início o nosso lutador é no mínimo débil e sem quaisquer golpes especiais, a EA Sports reservou para este UT um sistema de cartas para apetrechar o nosso personagem com ataques de lutadores conhecidos. Tal como no FIFA, temos a possibilidade de comprar grupos de cartas que podem conter golpes, finalizações ou consumíveis.

Esses grupos de cartas podem ser comprados com dinheiro real ou com dinheiro que vamos ganhando conforme o nosso progresso. Contudo, algo que podemos encontrar de diferente neste UT é a necessidade da nossa equipa subir de nível para termos acesso a melhores grupos de cartas, logo, não basta somente ter dinheiro, o sucesso da equipa é também importante.

É seguro afirmar que este UT exigirá bastante trabalho, se no FIFA em apenas algumas horas conseguimos ter uma equipa forte o suficiente de modo a enfrentar qualquer adversário, em UFC2 UT vão precisar de muito mais tempo de jogo até terem um conjunto digno de lutar por títulos.

Além do modo UT, há outro extremamente importante, principalmente para os fãs de UT e tem o nome de Eventos ao Vivo, onde tentam prever quem sairá vencedor do próximo grande evento de UFC e combater mesmo nesse encontro com os lutadores em questão e caso acertem no resultado serão recompensados com um pequeno prémio no modo UT.

Resumindo e concluindo, por tudo o que assistimos neste EA Sports UFC 2 temos dizer que tem tudo dar certo, talvez não em Portugal, mas em países onde o UFC é um dos desportos de maior destaque não temos a menor dúvida que será um enorme sucesso. Não se esqueçam de ver a nossa entrevista ao João Bacalhau e ao Diogo Valença, comentadores portugueses de UFC e praticantes de Jiu-jitsu com quem tivemos uma interessante conversa, onde nos ensinaram também algumas coisas sobre o UFC e até chegaram mesmo a lutar entre si no EA Sports UFC 2, descubram quem foi o vencedor.

SimENaoUFC

Published
Categories Análises
Views 69
Ir para a barra de ferramentas