A Microsoft revelou nesta segunda-feira (21) a aquisição da ZeniMax Media, empresa dona da Bethesda Softworks, por $7.5 mil milhões em dinheiro.

Um dos maiores developers de jogos da atualidade, a Bethesda passa a fazer parte da divisão de jogos da Microsoft e traz franquias como Fallout, The Elder Scrolls, Doom, Wolfenstein e Dishonored para o ecossistema da dona da Xbox.

Além da Bethesda Softworks, também passam a fazer parte da Microsoft as produtoras Bethesda Game Studios, id Software, ZeniMax Online Studios, Arkane, MachineGames, Tango Gameworks, Alpha Dog e Roundhouse Studios.

Este é o comunicado de Phil Spencer, EVP Gaming na Microsoft:

“Os jogos da Bethesda sempre tiveram um lugar especial na Xbox e nos corações de milhões de jogadores em todo o mundo. As nossas equipas têm uma história estreita e histórica de trabalho conjunto, desde o incrível primeiro DOOM e seu motor id Tech inovando jogos em PCs, até Bethesda trazendo o seu primeiro jogo de consola para o Xbox original, o inovador The Elder Scrolls III: Morrowind.”

“Ao longo dos anos, tive muitas conversas profundas com os líderes criativos da Bethesda sobre o futuro dos jogos e há muito compartilhamos visões semelhantes sobre as oportunidades para os criadores e seus jogos alcançarem mais jogadores de mais maneiras.”

Segundo Phil Spencer, a aquisição trará mais franquias icónicas da Bethesda para o Xbox Game Pass na versão consola e PC, além de título ainda não anunciados.

“Assim como nossa parceria original, esta, é sobre mais do que um sistema ou um ecrã. Compartilhamos uma profunda crença no poder fundamental dos jogos, na sua capacidade de nos interligar, fortalecer e trazer alegria. E a convicção de que devemos levar isso a todos – independentemente de quem seja, de onde mora ou do que jogue. Independentemente do tamanho do ecrã, do comando ou da sua capacidade de usar um comando.”

“Não podemos pensar em uma melhor equipa de pessoas para fazer isso do que aquelas na Xbox. Temos amizades que remontam àquelas dos primeiros dias. De Phil a seus líderes seniores e suporte ao desenvolvedor, eles não só falam em colocar os jogadores em primeiro lugar, eles vivem isso com paixão”, concluiu.

Com a adição da Bethesda, a Microsoft irá crescer de 15 para 23 equipas de estúdios criativos, adicionando as franquias icónicas da Bethesda ao Xbox Game Pass. Isto inclui a intenção da Microsoft em trazer os jogos futuros da Bethesda para o Xbox Game Pass no mesmo dia em que são lançados para Xbox ou PC.

Deixa um comentário