Developer: Nintendo
Plataforma: Nintendo Switch
Data de Lançamento: 5 de Junho de 2020

Todos nós gostamos daqueles jogos com histórias incríveis e com uma jogabilidade que nos fascina, e mesmo aqueles que saem um bocadinho do habitual e por isso nos prendem ao ecrã durante bastante tempo. Mas depois existem os jogos verdadeiramente divertidos, principalmente jogados em família ou com amigos, que são os chamados jogos de tabuleiros, e que provavelmente tal como eu, já perderam tardes e noites a jogá-los e onde a diversão foi garantida.

A Nintendo pegou nessa última ideia e decidiu trazer 51 Worldwide Games, que como o nome indica, oferece-nos um total de 51 dos mais variados tipos de jogos. Vamos ter então 19 jogos de tabuleiro, 11 jogos de cartas, 10 jogos relacionados com desporto, 8 jogos variados, e 3 jogos para uma pessoa. Nem todos os jogos aqui representados são os mais conhecidos no continente europeu, como provavelmente no continente asiático alguns deles também passam despercebidos, daí serem 51 jogos do mundo.

É importante destacar que todos os jogos têm uma pequena explicação das regras, assim como mostram alguns exemplos em vídeo. Além disso, no caso de jogos mais complicados relativamente às regras – como é o caso do Xadrez –, então temos mesmo uma secção chamada “How to Play”, que nos ensinará as regras e como as peças se movem, de uma maneira simples e rápida. Embora existam as explicações extras nos jogos mais complicados, era desejável uma explicação ainda mais aprofundada.

Existem ainda alguns pormenores deliciosos em alguns dos jogos de tabuleiro, como por exemplo no caso do Xadrez ou das Damas,  que se estiverem a jogar em modo portátil e decidirem colocar a consola na vertical, vão ver que todas as peças caem, como se vocês tivessem virado o tabuleiro.

Algo que temos de destacar logo no jogo é a possibilidade que nos oferece nos diversos modos, isto é, podemos jogar de um a dois jogadores localmente, mas temos ainda a possibilidade de jogar localmente com várias Nintendo Switch e por fim a componente online. Mas não esperem encontrar todos os jogos em todos estes modos, porque se no modo local podemos jogar todos os jogos, já no modo online teremos acesso a 34 dos 51 jogos disponíveis.

Sem estar aqui a fazer a lista de todos os jogos que podem encontrar, o vídeo abaixo mostra todos os jogos que vão encontrar em 51 Worldwide Games, até porque um bom vídeo vale mais que mil palavras.

Algo que é crucial num jogo destes é a sua jogabilidade, e nesse aspecto o jogo está extraordinário – à excepção de um ou outro caso cuja adaptação possa ser pior. Se nos focarmos no singleplayer, temos a oportunidade de jogar os 51 jogos sem qualquer restrição, sendo que a maioria vão conseguir jogar com o Pro Controller, enquanto outros vão mesmo precisar dos Joy-Cons (como é o caso do jogo das setas ou do jogo da pesca). Além disso, em muitos dos jogos apenas precisam do touch screen da Nintendo Switch.

Na grande maioria, os jogos têm vários níveis de dificuldade, o normal, o difícil, o surpreendente e o “impossível”. Nesses começamos por desafiar o CPU na dificuldade normal e ao vencermos, o próximo nível de dificuldade será desbloqueado; vai sendo assim sucessivamente até chegarmos à dificuldade “impossível”, e aí, caso vençam o jogo, então ganham um troféu como prémio de terem vencido todas as dificuldades. Existem excepções, já que há jogos em que o único nível de dificuldade disponível é o normal, como é o caso do Yacht Dice, uma espécie de poker mas jogado com dados.

A verdade é que esta diversidade de dificuldades é óptima para encontrarmos o nosso oponente ideal, isto é, por vezes precisamos de jogar de maneira a que consigamos obter divertimento e ao mesmo tempo um oponente digno das nossas potencialidades. Os 51 jogos oferecem uma variedade tão grande de jogos que difícil é não encontrarmos sempre um que vai de encontro ao que nos apetece naquele momento. Isto serve para terem uma ideia de que não é daqueles jogos que por vezes pensamos que só vale a pena se tivemos amigos connosco para jogarmos; este é um jogo que também funciona muito bem mesmo a jogarmos sozinhos.

Paga-nos o café hoje!

Obviamente que em companhia tudo é mais divertido, e aqui não é excepção, já que jogado entre amigos este jogo atinge o máximo da sua plenitude. E principalmente se estivermos a jogar localmente, porque nada sabe melhor do que vencer alguém e sentir aquela vontade de desforra da outra pessoa. Este jogo proporciona exactamente isso, o que ainda se torna mais evidente devido à quantidade de jogos.

Falando do jogo localmente (em apenas uma consola), terão de escolher se preferem jogar com Joy-Cons ou com o Touch. Essa escolha condicionará o número de jogos que têm à vossa disposição, e caso se decidam pela primeira opção, terão 40 jogos, já se optarem pelo touch, então a quantidade de jogos diminui ainda mais, passando a 25 jogos. Não posso deixar também de falar de jogar localmente com mais de uma consola, já que existem dois modos: o primeiro será para jogarem os jogos contra os outros jogadores, permitindo a ligação até 4 consolas; a outra opção é jogar em Mosaic Mode; e isso permite que em alguns jogos, como por exemplo no de carros telecomandados, ao fazerem piscas bem maiores consoante o número de consolas ligadas.

O online, como referi acima, permite-vos jogar 34 dos 51 jogos disponíveis, e podem jogar com jogadores espalhados pelo mundo ou com os vossos amigos. Algo que achei excelente foi que não temos de ficar numa sala à espera de outros jogadores, já que enquanto o jogo vos procura um adversário, podem estar a jogar outros jogos contra a consola. Acreditem ou não, isto funciona tão bem que até se esquecem muitas vezes que estavam à espera de alguém para jogar online.

Além dos 51 jogos, os jogadores terão um extra, tal um piano de uma escala, e que se estiverem a jogar a consola em modo mosaic conseguem ter ainda mais escalas. Seja como for, foi uma boa surpresa, já que dá pelo menos para tocar aquelas músicas mais básicas e que deixam as crianças deliciadas, como por exemplo o Happy Birthday.

Existem alguns jogos dos quais não podemos deixar de falar em 51 Worldwide Games, e como jogos de tabuleiro teremos de destacar Mancala, onde de uma maneira muito simples, temos de ir semeando pedras e amealhando no nosso buraco ao mesmo tempo, em que no final ganha quem tiver mais pedras amealhadas. É um jogo que embora pareça muito simples, leva-nos a ter de usar estratégias para sairmos vencedores. Também não podemos deixar de dar destaque ao Xadrez e às Damas, já que são jogos quase obrigatórios para termos em casa.

Nos jogos de cartas, temos o Blackjack e o Poker Texas Hold’em como referências, e embora existam muito mais jogos interessantes, como é o caso do Last Card (mais conhecido entre nós por UNO), outro que me chamou a atenção pela sua simplicidade (e que não conhecia) foi o War.

Já nos jogos de desporto não podemos deixar de destacar o Golf, e o Bowling que jogado com os Joy-Cons está tão incrível que até permite fazer efeitos com a bola, o Toy Curling. No topo de todos eles não posso deixar de colocar um daqueles jogos que não resisto sempre que vejo uma mesa, falo obviamente do Air Hockey.

Já nos jogos variados destaco o Shooting Gallery, que é incrivelmente divertido, assim como o Sliding Puzzle, nos jogos que apenas permitem jogar um jogador.

Esquecendo as categorias, não posso deixar de destacar o Team Tanks e o Slot Cars devido à opção de mosaic, que nos permite ter várias Nintendo Switch coladas umas às outras, fazendo com que o espaço de jogo aumente, o que torna a experiência incrível e muito mais divertida.

51 Worldwide Games é uma oportunidade fantástica de obtermos todos estes clássicos num único título. Foi uma ideia de mestre por parte da Nintendo. É um jogo que nos convida a conviver com outros jogadores, seja online ou localmente. Com as férias aí à porta, é um jogo essencial para terem na vossa Nintendo Switch.