Developer: Artefacts Studio
Plataforma: PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PC
Data de Lançamento: 05 de Novembro de 2019

Garfield sempre foi um dos personagens mais icónicos da banda desenhada. Boa disposição, muitas peripécias e diversão, são alguns dos pergaminhos que fazem dele o gato mais conhecido do mundo. E foi pegando nessas bases que a Microids lançou mais um jogo de Karts onde Garfield é um dos protagonistas; desta vez lançado para todas as plataformas, com o nome de Garfield Kart: Furious Racing.

Ao iniciar o jogo percebemos que este nos apresenta diversas opções: Play, Garage, Raking, Gallery, Tutorial, Options e Credits. A primeira impressão é de ser um jogo cheio de conteúdo (algo que não é totalmente verdade), e ao iniciarmos o Play são apresentadas imediatamente as diversas opções que temos: Single Player, onde como o nome indica jogamos apenas com um jogador; Split-Screen Multiplayer onde temos a opção de jogar até dois jogadores no mesmo ecrã; o Online Multiplayer em que temos a possibilidade de competir contra outros jogadores no modo online; e até contra amigos da nossa lista; e por fim no caso da Nintendo Switch temos o Local Wireless Multiplayer, que como o nome indica, podemos jogar contra outros jogadores localmente que tenham outra Nintendo Switch com o jogo.

Garfield Kart: Furious Racing conta com 16 pistas que podem ser jogadas individualmente, em campeonatos ou no modo Time Trial. Ao todo, os jogadores têm 4 campeonatos à sua disposição, distribuídos por três tipos de dificuldade: 50CC, 100CC e 150CC. Como é fácil deduzir, esses modos de dificuldade também existem para Single Race e Time Trial.

Algo que faz toda a diferença, e já é habitual nestes divertidos jogos de karts, são os itens que apanhamos ao longo das corridas, que além de nos oferecerem a satisfação de vermos o nosso adversário ficar para trás, ou ser tramado por alguma patifaria, têm bastante importância no jogo, já que poderão ser o suficiente para nos dar a vitória ou tirar-nos dos lugares cimeiros (caso sejamos nós o alvo dos outros jogadores). Os itens que podemos apanhar vão desde o turbo (lasanha); dar enormes saltos (mola); tartes para mandar aos adversários (também existem as teleguiadas); a varinha mágica que nos troca de lugar com o adversário; os ovnis que tentarão apanhar o adversário de modo a desacelerá-lo; os diamantes que são uma espécie de bomba; e até uma almofada que fará o adversário adormecer e perder o controlo do carro.

Não posso deixar de falar também nos 8 personagens bem conhecidos que temos à nossa disposição: Garfield, Jon,Liz, Odie, Arlene, Nermal, Squeak e Harry. Todos eles apresentam estilos diferentes de condução, o que aliados aos 8 carros disponíveis fará os jogadores tentarem encontrar a build ideal para melhor controlar o carro, e tirar também melhor partido de todas as pistas.

Além de ser importante escolher o personagem e o carro que melhor se adeque ao jogador, existem também acessórios para desbloquear, que podem fazer grande diferença no jogo. Existem dois tipos de acessórios: chapéus e ailerons traseiros, e no caso dos chapéus podem ser desbloqueados em Single Player ou Time Trial; chapéus estes que o nosso personagem pode usar e activará bónus e melhoramentos sobre os itens que apanhamos durante as corridas. Cada um desses desbloqueáveis tem três níveis (bronze, prata e ouro), e podemos desbloqueá-los correndo nas pistas de 50CC, 100CC e 150CC, respectivamente. Já os ailerons traseiros servem para o melhoramento nos carros, como melhor aceleração, melhor velocidade de ponta, uma melhor travagem ou mesmo um maior controlo nas curvas. Estes ailerons são desbloqueados a nos campeonatos, e tal como os chapéus, existem também três tipos de desbloqueios.

Quanto à jogabilidade, é bastante simples, diria até que pelos personagens em questão e por toda a sua simplicidade, é um jogo dirigido para os mais novos e com pistas fáceis, à excepção de uma ou outra, sendo que os botões são bastante simples: acelerar, travar, derrapar e activar os itens que apanhamos.

O maior problema do jogo está na maneira como tentaram que este tivesse uma longa longevidade, isto é, a maneira como estão implementados os desbloqueáveis obriga-nos a correr as pistas tanto em Single Player/Time Trial e Campeonatos em todos os modos de dificuldade; dando a sensação que, uma vez que não tem um conteúdo muito extenso, tentaram usá-lo até à exaustão, levando a ter uma duração maior do que deveria ter. Outro dos problemas reside na falta de jogadores nos modos online, sendo frustrante cada vez que tentamos ir a algum dos modos nunca encontrarmos jogadores para jogar.

Graficamente está com um estilo muito virado para o cartoon, lembrando-nos em algumas das pistas os desenhos de Garfield. Nota-se claramente nos cenários aquele toque que chama a atenção das crianças, fazendo com que se divirtam. No caso da Nintendo Switch que foi a plataforma onde jogamos o jogo corre bastante bem, seja em modo dock ou em modo portátil, e até a jogar localmente com outros jogadores.

Garfield Kart: Furious Racing é um jogo divertido que veio preencher uma lacuna neste tipo de jogos, ou seja, os mais jovens. Jogos como Super Mario Kart 8 Deluxe ou Crash Team Racing Nitro Fueled, embora extremamente divertidos, levavam por vezes as crianças a desistirem pela sua dificuldade. Uma excelente opção para os mais pequenos, que nos chega pelas mãos da Artefacts Studio.

Deixa um comentário