Developer:  TinyBuild Games, DoubleDutch Games
Plataforma: Nintendo Switch
Data de Lançamento: 23 de Janeiro de 2020

Foi com grande agrado que vi chegar à Nintendo Switch um dos jogos mais simples mas absolutamente divertidos que já se encontravam disponíveis nas outras plataformas. SpeedRunners tem como alicerces ideias muito simples, mas que conseguem trazer um jogo verdadeiramente entusiasmante e que nos faz ficar agarrados horas e horas.

Os alicerces como disse são bastante simples: velocidade, corridas, acrobacias, obstáculos e também armadilhas que podemos utilizar. Para quem não conhece o jogo (um pecado), estamos diante de um jogo em que temos velocistas que tentam ganhar corridas uns aos outros, e corridas essas que podem ir de 2 a 4 jogadores.

Se quando falamos em corrida imaginamos logo uma linha de partida e uma linha de chegada, neste jogo isso não existe, já que existe um local de partida, mas não existe nenhuma meta. O objectivo é tirar os adversários do ecrã, sendo que o último jogador a permanecer no ecrã é que vence a corrida. Isto significa que seja a jogar com outros jogadores, ou contra a IA, o ecrã nunca ficará dividido, e os três últimos jogadores a ficarem para trás e a desaparecerem do ecrã perdem a ronda. Além disso, com o tempo, o ecrã vai diminuindo para tornar o desafio cada vez mais complicado.

Quanto às pistas, são mapas com bastante saltos e obstáculos, num circuito que quase sempre é feito por dois pisos, em que começamos no piso de cima (ou de baixo) e damos a volta passando para o outro piso, para voltar depois ao piso inicial; fazendo uma espécie de pista redonda.

Pelo caminho, além dos obstáculos que nos vão sendo colocados, também armas e ferramentas servem de armadilhas para atrasar os nossos adversários, como misseis, caixotes, armas de gelo ou de fogo.

Entre as opções de jogo temos o modo história, onde o SpeedRunner (protagonista do jogo) terá de derrotar outros heróis ou vilões. Existem 4 capítulos, cada um com deles com mapas que tentam ser diferentes (ao todo temos 15 mapas), e ao avançarmos na história percebemos como os mapas vão ficando cada vez mais complicados de ultrapassar, especialmente devido à maneira como estão criados. É importante terem noção que quase tudo se encontra bloqueado, e ao avançarem no jogo é que vão ter acesso aos mapas, aos novos personagens (alguns deles podem adquirir via DLC na eShop), assim como os itens e objectos que usam para atirar aos vossos adversários. As únicas dificuldades que se encontram desbloqueadas são as mais simples, sendo também com o vosso progresso que as mais complicadas vão sendo desbloqueadas, e acreditem que as IA’s mais difíceis conseguem mesmo ser muito desafiantes, chegando a dar raiva!

Depois existe o modo Contra, e aqui vão poder jogar Offline contra bots ou contra amigos que estejam ao vosso lado. A opção Sem Fios também está presente, onde como devem imaginar serve para outros jogadores com Nintendo Switch ao vosso lado possam competir entre si. E por último o modo Online, onde têm diversas opções, como jogar uma partida de ranking, jogar uma partida rápida onde entram no jogo aleatório, criarem vocês um jogo, ou então entrarem num jogo de um amigo. Acreditem que a verdadeira essência do jogo é mesmo esta, já que depois de terem tudo desbloqueado vão passar imenso tempo a competir online, em partidas completamente loucas, onde um pequeno deslize é a morte do artista.

Algo que não podemos fugir é que embora o jogo seja todo ele inovador em comparação com o que existe no mercado, os mapas deveriam ser ligeiramente diferentes. Apesar de se tornarem mais complicados, a verdade é que é sempre mais do mesmo, e pode ficar um pouco repetitivo depois de algumas horas a jogar.

SpeedRunners apresenta um grafismo bastante simples, mas que é perfeito para o jogo em questão. Sempre muito fluído, e mesmo nas partidas online nunca tive qualquer problema a nível de lag. As músicas também são sempre a tentar puxar pela nossa velocidade. E algo que tenho de destacar é que se encontra totalmente em português.

SpeedRunners é um jogo ideal para a consola da Nintendo. Permite fazer jogos rápidos como gostamos quando estamos a jogar em modo portátil fora de casa, e permite competir à grande no modo online. É um jogo super divertido e que prende qualquer um à consola da Nintendo. Mais um indie de enorme valor que chega à Nintendo Switch.