Developer: Algo Rocks
Plataforma: PC
Data de Lançamento: 3 de Dezembro de 2020

Não é novidade como os estúdios indies têm uma abordagem mais experimental aos jogos. Na verdade, acaba mesmo por ser um ensaio fundamental para que a indústria perceba o que tem viabilidade comercial e decidir onde colocar os recursos para futuros investimentos.

Em anos recentes, o género da gestão e da simulação têm sido uma tendência em títulos independentes, já que chegam a um nicho muito específico de jogadores que apenas ali podem viver as mais variadas experiências e circunstâncias.

Criado pelo estúdio Algo Rocks e distribuído pela tinyBuild, Startup Panic é um novo jogo de simulação que lança o jogador para o difícil e competitivo mundo do desenvolvimento de software. Quase tudo o que possa suceder no dia-a-dia da gestão de uma Startup que está a dar os primeiros passos, poderá ser aqui vivido.

À semelhança de outros jogos dentro do mesmo estilo, além de todos os condimentos que proporcionam ao jogador uma perspectiva próxima da realidade, também explora bastante o humor de situações muito frequentes no meio. Isto porque, como devem imaginar, não será fácil de passar do sótão, para a confortável cadeira de presidente de uma megaempresa.

No início só podemos contar connosco – um perfeito desconhecido que tenta desenvolver uma ideia promissora para um novo website. Tal como acontece no universo do mercado da tecnologia, é um caminho árduo e cheio de dúvidas, e cada passo terá de ser bem planeado.

As primeiras horas de Startup Panic demoram a passar, uma vez que cada tarefa irá exigir bastante tempo e algum capital.Todavia, a partir do momento em que o negócio floresce, novas oportunidades se deparam, e passaremos a poder contratar mais pessoal para fazer crescer a equipa de desenvolvimento.

Cada novo empregado terá as suas próprias skills, o que é importante quando decidimos qual a função que irão ter na empresa. Tudo está contemplado nos contratos, contudo, também é necessário ter em conta a personalidade de cada um, sendo que uma boa gestão dos recursos humanos será essencial para o um ambiente de trabalho saudável na empresa.

Paga-nos o café hoje!

Tudo isso se irá reflectir na qualidade do trabalho oferecido ao cliente, algo que resultará no pagamento, claro, mas também num rating que o mesmo decidirá no final. Esse rating irá influenciar a reputação da nossa companhia, o que significa que falhar com o cliente terá um impacto negativo na projecção da empresa.

É a partir daqui que tudo se complica, porque chega o momento em que os projectos se multiplicam, e devemos saber decidir o será prioritário. Porque quando a pressão aumenta, teremos de fazer pequenas escolhas entre o bem-estar da equipa, e o crescimento do negócio. Não é por acaso que os donos de grandes empresas não são exactamente populares.

Com o sucesso chega a responsabilidade, e esta será cada vez maior. Enquanto continuamos a evoluir o nosso website, enquanto administramos o nosso pessoal, e enquanto tentamos agradar aos clientes, como em qualquer empresa, também há que gerir as contas. A contabilidade é básica, mas é vital para a saúde da empresa, e vamos ter de gerir os custos e as receitas de maneira a sabermos quanto poderemos continuar a investir mensalmente. É chato, mas alguém tem de fazê-lo.

Tudo isto terá impacto nos nossos funcionários, porque quanto mais exigimos deles, menor a sua disponibilidade mental, já que existe o risco de entrarem em burn out. Nesse caso podemos enviá-los de férias para que descansem e voltem mais motivados. O problema é que faltará depois mão de obra para corresponder a um elevado número de trabalho, portanto, há que saber definir bem a melhor altura para fazê-lo.

Graficamente é o típico jogo retro em perspectiva isométrica em que temos um bom plano sobre a divisão para a qual estamos a olhar. Não será certamente aqui que o jogo irá convencê-los, mas também não é o seu propósito. Quanto ao aspecto sonoro, cumpre o seu objectivo de ser discreto e agradável.

Startup Panic é um jogo razoavelmente divertido que é capaz de nos manter entretidos durante algum tempo. É uma forma de nos dar uma pequena ideia de como é o complicado negócio do desenvolvimento de software. Quem gosta de simuladores e de jogos de gestão, poderá ter aqui uma interessante alternativa.