Developer: Capcom
Plataforma: PC e PlayStation 4
Data de Lançamento: 14 de Fevereiro de 2020

Street Fighter V começou como uma grande promessa e em teoria tudo o que podíamos desejar de mais uma sequela daquele que é, provavelmente, o mais popular jogo de luta. No entanto, e especialmente para os maiores amantes da saga, desiludiu inicialmente e demorou algum tempo (tempo demais), até que ficasse à altura do importante nome que carregava.

O plano era fazer de Street Fighter V um game as a service, criando a estrutura para que periodicamente fossem adicionadas novidades ao jogo base. No entanto, acabou por não funcionar como era desejado, obrigando a Capcom a aplicar-se a fundo para repensar a estratégia e resolver os problemas mais urgentes, especialmente na dificuldade em desbloquear o reduzido conteúdo existente.

Se formos rigorosos, Street Fighter V: Champion Edition é o jogo que deveria ter sido lançado à partida, porque quatro anos depois e passando por um notório processo de amadurecimento, muito conteúdo chegou, e que inclui vários personagens conhecidos, novos cenários, e até o divertido modo Arcade.

Depois de um período complicado, Street Fighter V mostrou ter poder de encaixe; ripostou e soube recuperar.

Agora com a sua versão mais completa, teremos acesso a praticamente tudo o que agregaram ao jogo base (com uma Arcade Edition pelo meio). São 40 personagens disponíveis para escolher, além de diversas skins, bonus levels e muito mais. E se contabilizarmos tudo o que foi acrescentado desde 2016, teremos material que chega às 2000 unidades de pequeno conteúdo adicionado. É de loucos a atenção que foi dedicada ao jogo no seu pós-lançamento.

É o pacote completo para quem é fã da série e do estilo, sendo praticamente impossível encontrar outro jogo de luta que ofereça tanto ao jogador em termos de variedade.

Todavia, para quem é um jogador casual ou até estreante, não precisa de se preocupar, sendo que terá o acompanhamento necessário (às vezes até exagerado), para que se possa iniciar no mundo de Street Fighter. Os tutoriais são exaustivos, e se tiverem paciência será uma questão de tempo até que entendam todas as mecânicas do jogo ao pormenor. Porém, preparem-se para ler bastante.

O combate está melhor do que nunca, e tudo foi ajustado ao máximo de forma a proporcionar a melhor experiência possível. Não nos podemos esquecer que foram quatro anos de afinações, o que levou a um excelente equilíbrio e a que todos os personagens tivessem uma palavra a dizer.

Mantém-se a ambiciosa e acertada aposta nos V-Skills, com novos golpes que se juntam aos que já estavam disponíveis. Embora boa parte seja usada de um ponto de vista mais defensivo, é uma mecânica que quando aprendida e dominada, será fundamental para termos aquela vantagem que fará a diferença no final, tornando os combates verdadeiramente competitivos e espetaculares.

O multiplayer, contudo, continua com os mesmos problemas, e o lag será muitas vezes um factor disruptivo da experiência. Várias são também as vezes que a diversão se transforma em frustração, levando ocasionalmente o jogador a sentir que pouco controlo tem sobre o que se está a passar no ecrã.

Graficamente não existem alterações visíveis, mas permanece visualmente muito aprazível, particularmente do ponto de vista das animações nos truques especiais, que continuam a boa tradição de Street Fighter. O mesmo acontece com as músicas e os efeitos de som, que estão perfeitos para a acção gerada, aumentando assim a emoção própria do combate.

Street Fighter V: Champion Edition é a versão final de um jogo que começou aos tropeções, mas que corre agora graciosamente em direcção ao título de uma das suas melhores edições. Para os fãs da saga, ou simplesmente para quem procura por um bom fighting game, esta é talvez a melhor opção actualmente no mercado.