Developer: Obsidian Entertainment
Plataforma: Xbox One, PlayStation 4 e PC
Data de Lançamento: 10 de Setembro de 2020

The Outer Worlds é um daqueles que jogos que promete, mas cumpre. Assim foi na altura do seu anúncio, especialmente por sabermos que estaria a ser desenvolvido pela Obsidian, e que o estúdio traria as mais elementares características que nos fizeram apaixonar por Fallout.

O sucesso foi estrondoso, como se esperava. E todos sabemos que, quando algo causa tanto impacto na sua estreia, normalmente é aproveitado para dar origem a outros produtos.

O passo seguinte foi o lançamento do primeiro DLC, com o nome de Peril on Gorgon, e compromete-se a entregar mais da experiência fantástica que é jogar The Outer Worlds. Continuando fiel ao jogo base, esta expansão tenta mudar o menos possível, e o objectivo é dar seguimento ao mistério, drama e humor que acabaram por marcar o original.

Este novo capítulo da história pega exactamente a partir da missão Radio Free Monarch, e introduz um novo planeta, no qual se passará grande parte do enredo. Neste novo corpo planetário chamado de Gorgon – porque tecnicamente é um asteroide – existe um importante Outpost de pesquisa, o qual iremos ter de investigar quando recebemos uma mensagem sinistra que contém um braço mutilado no seu interior.

A história de Peril on Gorgon tem o poder de, por intermédio do seu drama, deixar-nos imediatamente absorvidos. Todo o material que compõe uma boa conspiração está aqui presente, e a maneira como tudo vamos descortinando a cada nova pista, está brilhantemente estruturada, levando-nos a querer descobrir mais e mais.

Paga-nos o café hoje! Este foi um dos aspectos em que a Obsidian decidiu continuar a apostar. A narrativa de The Outer Worlds é uma das suas peças mais importantes, e este DLC vem criar novas ramificações numa trama que está longe de estar concluída, deixando muito espaço para continuar a ser explorada.

Ao longo da história de Peril on Gorgon iremos visitar tanto novas áreas, como outras que já conhecíamos, contudo, com várias personagens inéditas e interessantes, que terão aqui um papel importante, pelo menos na missão central. Mas claro, não seria um verdadeiro RPG sem missões secundárias, e são elas que nos atraem e conduzem para novas zonas que convém explorar, já que há muito conteúdo para conhecermos.

É um DLC que nos vai deixar entretidos entre 6 a 8 horas, porém, tendo em conta que é um jogo que nos encoraja a tentar abordagens diferentes a cada playthrough, pode prolongar-se por muitas horas mais. E o mais impressionante, é que irá parecer uma experiência diferente e completamente nova.

O aspecto visual de Gorgon é um dos seus pontos fortes, que combina um ambiente rochoso com uma fauna purpura, e que torna o combate bastante apelativo, qual selva exótica. Os encontros piratas espaciais e os inevitáveis Marauders ganha um apelo ainda maior por ser uma autêntica explosão de cores que converge, ainda assim, numa atmosfera sombria e pouco amigável.

Peril on Gorgon é uma excelente expansão, e quem gostou de The Outer Worlds certamente irá adorar este novo DLC. É uma oportunidade de continuarmos a nossa aventura em Halcyon e mostra como a Obsidian é mestre na narrativa e na forma como consegue envolver o jogador em todos os elementos da história.

Imperdível!