Developer: House House
Plataforma: PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One, PC
Data de Lançamento: 9 de Outubro de 2020 (versão física)

Lembram-se daqueles programas de partidas que davam na Televisão antigamente, e ao qual chamávamos de “Apanhados”? Pois bem, em Untitled Goose Game são vocês que podem fazer as partidas que quiserem, mas desta vez com um ganso. Vão ter a possibilidade de deixar os NPC completamente atormentados, chateados e irritados por lhes fazermos diversas peripécias, o que é algo extremamente engraçado.

Untitled Goose Game chegou no passado dia 9 de Outubro em versão física para PlayStation 4 e Nintendo Switch, sendo que anteriormente já havia sido lançado em versão digital para todas as plataformas. Como é sabido, os gansos são aves sem grande medo e até bastante destemidas, e esse é o princípio do jogo, ou seja, dar-nos imensa liberdade na pele de um ganso para praticarmos os nossos “pequenos” crimes.

A jogabilidade é bastante simples, o que ajuda a entrar facilmente no espírito do jogo. Ao longo do nosso percurso existe uma lista de tarefas que vamos ter de cumprir, e ao conseguirmos superá-las, novas tarefas vão aparecer nessa lista. Para terem uma ideia, algumas das malandrices são roubar chaves, esconder as botas de alguém, roubar a sandes de alguém, e até tentar entrar em directo na TV. Algo que não se pode deixar de referir é que o jogo está feito de maneira a irmos progredir, mas nunca existe um falhanço, isto é, mesmo quando não conseguimos algo à primeira (por sermos vistos), podemos sempre tentar uma segunda, terceira, ou quarta vez. Isto é, não conseguir fazer uma tarefa à primeira nunca é um problema, imaginem que querem roubar a sandes de alguém e são vistos a meio, o que acontece é que a pessoa irá correr atrás de vocês, irá recuperar a sandes, e voltar a colocá-la onde estava. Nós só teremos de esperar até que isso aconteça, e assim que for possível, tentar outra vez.

Paga-nos o café hoje!

Se toda a parte de movimentação e de interacção do ganso com os objectos está extremamente interessante, não posso deixar de referir a interacção dos NPC’s com o mundo do jogo, mas também com o nosso ganso. Esses NPC’s trabalham, fazem a sua vida e o interessante é que fazem as coisas um bocado aleatoriamente, isto é, não têm como em alguns jogos tarefas rígidas para fazerem seguidamente, logo não haverá uma rotina exacta em cada um deles. Algo também engraçado é notar que alguns apenas nos enxotam sem terem qualquer medo de nós, já outros se for preciso correm com medo, como é o caso das crianças, a verdade é que até nisso o jogo comporta-se um pouco como acontece na vida real, em que existem pessoas que têm imenso medo de gansos.

Tudo isto torna o jogo numa espécie de quebra-cabeças, além de muito divertido. A dificuldade, embora não seja muita, vai aumentando conforme vamos progredindo, e teremos várias tarefas/missões, e cerca de quatro cenários distintos para também serem possíveis as tarefas variarem substancialmente; embora, como devem prever, o objectivo é sempre criar o “caos”. A mudança de cenários também está muito bem pensada, já que será todas aquelas acções que fazemos que terão uma reacção num dos NPC que fará algo que nos permite progredir, como por exemplo abrir uma porta, ou uma cancela para passarmos.

A componente gráfica está bastante engraçada, com um grafismo cartoonizado mas simples. Tudo se passa uma espécie de pequena aldeia, entre campo, jardim, rua movimentada com lojas e restauração. A componente musical também é interessante, o jogo é acompanhado com sons de piano, para não falar dos passos do ganso, do arrastar de objectos e do som desses mesmo objectos quando os agarramos ou arrastamos.

Untitled Goose Game é um jogo que embora simples é bastante fácil de nos adaptarmos à sua jogabilidade, permite-nos fazer diversas “maldades”, mas sempre de uma maneira divertida e sem pressa. Embora não muito longo acredito que os jogadores vão divertir-se a incomodar todos os NPC que encontram pelo caminho.