Developer: Massive Studio / Ubisoft
Plataforma: Xbox One, PlayStation 4 e PC
Data de Lançamento: 3 de março de 2020

Rumamos a Nova Iorque na primeira expansão que Division 2 recebe. Desde logo é me difícil não rejubilar com o regressar à cidade que acolheu o primeiro Division e que tantas e tantas horas me entreteu ao lado dos meus amigos, especialmente ao lado do nosso companheiro do Salão de Jogos, Rui Gonçalves que jogou comigo todo o primeiro capítulo e todas as suas expansões e com quem desafiei todos os agentes traidores na Dark Zone.

Esta viagem até Nova Iorque poderia ser um terreno pantanoso para a Ubisoft e a Massive Studio porque já se sabe como os jogadores são exigentes e era preciso trazer muita coisa de volta do primeiro jogo nesta expansão, mas ao mesmo tempo era preciso também dar muita coisa nova para dar continuidade a um jogo que depois dos seus três primeiros episódios gratuitos precisava de algo para agarrar por completo os fãs e provavelmente mais um ano, agora a pergunta é: será que conseguiu?!

A resposta é um redondo SIM! E é por um conjunto de factores que vou tentar descortinar de uma forma minuciosa, mas primeiro vamos ao contexto. Depois do Episódio 3 onde fomos até Coney Island, o tal prólogo, descobrimos que Aaron Keener continua a tentar perpetuar o vírus disseminado e Nova Iorque e está a projectar algo novo para varrer toda a Division do mapa. Para quem não se recorda de Aaron Keener, ele era um Agente da Primeira Onda da Division lançada para combater o vírus verde e que após o desmembramento da Joint Task Force e da retirada da Dark Zone, decidiu virar-se um Traidor e abandonar a Division e prometeu tentar criar uma organização para dominar o mundo. Nesta expansão teremos assim que iniciar a Caçada a Aaron Keener, mas para isso vamos ter de recolher informações sobre a sua localização e desafiar os seus 4 Tenentes que têm um papel preponderante na execução de Keener.

Quando embarcamos na Expansão deixamos o resto do mundo para trás, isto é, não vamos poder voltar a Washington DC antes de acabarmos esta Caçada, portanto pensem bem antes de ir. Quando chegamos ao lado da Agente Kelso que nos acompanha nesta aventura somos recebidos pela Agente Faye Lau que comanda a Division em Nova Iorque, mas percebemos que o caos já está instalado e nós precisamos de encontrar uma Base de Operações para esta Caçada. Para isso vamos até Haven, um pólo de gente que se alistou voluntariamente para em comunidade se protegerem de todas as ameaças. Ao comando está Paul Rhodes, um homem que desconfia de todos os Agentes da Division e que prefere proteger a sua comunidade do que tentar virar a maré, mas lá nos deixa ficar e tentar caçar Aaron Keener. A partir desta colónia vamos então andar por 4 zonas distintas lideradas por 4 Tenentes Traidores da Division, cada um com uma especialização e uma tarefa. Vivian Conley, Javier Kajima, James Dragov e Theo Parnell, que ao seu lado têm algumas facções que já conhecemos, como os Cleaners ou os Rikers.

Para cada Tenente teremos também que completar missões de reconhecimento, contem com pelo menos 3 missões até enfrentarem cada um deles. Como cada um tem uma nova arma de habilidades, assim que os derrotarmos vamos ficar com essa tecnologia para nós. Vamos ter a hipótese de utilizarmos uma Isca, um projector holográfico que projecta uma imagem de um Agente da Division em que os nossos inimigos focam o seu fogo, uma mina armadilhada com vários eléctrodos que descarregam energia nos inimigos e depois dois lançadores, um com uma bomba pegajosa explosiva e outra apenas explosiva com detonador.

Com estas novas skills é claro que vamos ter uma nova jogabilidade e opções, jogabilidade essa que não se fica por aqui nas alterações, pois todas as habilidades e skill trees, tanto do equipamento como do armamento levou um revamp. Vamos começar por explicar a questão das Skills Tiers, se olharem para o vosso Gear, vão ver que têm para além do Dano de Arma ou Protecção Balística, algo a dizer Skill Tier 1, e que no Overall da vossa personagem podem chegar até aos 6 de Skill Tier, o que é que quer isso dizer?! Ora bem se forem ver as vossas habilidades, por exemplo, a nova Armadilha, vão ver que perante cada uma da Skill Tier vão activar um Perk, isto é, no Tier 1 lançam duas armadilhas de choque, o raio de acção aumenta em 10% assim como a duração, mas se chegarem aos 6 vão conseguir lançar 10 armadilhas com um raio de acção aumentado até 60% e com uma duração superior em 60%. E isto acontece com todas as Skills, o que torna tudo mais fácil de perceber, de executar e de preparar a nossa build perfeita. Para além disso há alguns equipamentos que têm um Talento muito especial chamado Overcharge, e pegando mais uma vez na Armadilha, vão ver que nomeadamente as mochilas têm um talento onde concede o aumento de +1 à Skill Tier em que estão e se estiverem no máximo provoca Overcharge, e e neste caso específico aumenta para as 12 armadilhas lançadas e para 200% do efeito de choque, sim é incrível!

Até por causa disto e para sermos mais felizes a fazer Builds, vamos ter uma nova Estação de Ajustes onde vamos poder recolher os Atributos de raíz e os Talentos, isto é, agora podemos tirar esses atributos da nossa Gear para recolocarmos noutra, não é uma substituição única nem obrigatória perante o tipo de Gear ou de Agrupamento de Gear como antes. Pegando na questão dos Skills Tiers, podem colocar +1 de Skill Tier em todo o vosso Gear se quiserem, ou podem colocar Protecção Balística em todos, ou Dano de Arma e por aí adiante. Para além disso agora é mostrado o máximo dos status para tentarmos almejar aquele God Roll e também é nos indicado que elemento conseguimos subir mais perante aquilo que já extraímos.

A jogabilidade também fica diferente depois de acabarmos a componente da História desta expansão, isto porque depois de perseguirmos Aaron Keener, outras ameaças imergem e isso leva-nos a dois factores distintos, um é a inclusão das Temporadas, e o outro é o Nível SHD.

As Temporadas são eventos de 12 semanas, portanto 3 meses, onde teremos uma nova Caçada, neste caso a primeira será a Maré Negra, onde vamos ter mais 5 inimigo especiais para derrotar e para recolher informações. No caso das Temporadas vão ter um rank específico onde vamos desbloqueando Recompensas exclusivas ao jogar estes eventos temporais. Armadura, armas, cosméticos, emotes, há muito mas mesmo muito para desbloquear a para nos viciar pós end-game.

Como podem ver aquilo que vai acontecer é termos objectivos durante 12 semanas para cumprir, neste primeiro passo já disponível, vão ter de completar missões específicas, recuperar pontos de controlo e fazer contratos em zonas específicas do mapa que ficam com este ícone especial em amarelo. É nos colocado também uma barra em verde mar para verificarmos a nossa subida de nível e com isso resgatar as recompensas adjacentes.

O Nível SHD é algo que é apenas desbloqueado depois de terminar a campanha e que nos vai abrir uma nova Skill Tree, um nódulo ofensivo onde vamos poder aumentar o dano de arma, um defensivo onde podemos aumentar a base da nossa vida, um de habilidade em que podemos aumentar, um de manuseamento onde podemos aumentar a estabilidade e um de vasculha onde podemos ganhar créditos ou materiais, isto apenas para dar alguns exemplos.

Com isto temos assim pano para mangas para dar continuidade ao jogo e para voltarmos vezes e vezes sem conta a tudo aquilo que podemos fazer em mundo aberto ou missões, até porque agora temos também um novo nível de dificuldade, o Lendário, onde em todas as áreas não há renascimento para ninguém e todos os inimigos estão acima da média, e também podemos escolher requisitos específicos, como por exemplo, não droppar munição dos inimigos, entre outros, requisitos esses que se activarmos aumentamos o nível de XP que ganhámos, o que nos vai ajudar a subir de nível SHD.

Uma palavra final ainda para a Dark Zone que na sua lógica continua intacta, apenas com uma alteração significativa a nível do rate de loot que droppa, bastante maior do que as restantes actividades e que agora temos um novo recurso, isto é, podemos desmontar as peças que encontramos contaminadas para gerar recursos, uma espécie de moeda que podemos utilizar para comprar coisas nos vendedores da Dark Zone. No entanto estes recurso continuam a ocupar espaço na nossa sacola e temos que os extrair à mesma através do helicóptero de recolha de items da Dark Zone, e por fim, agora se eliminarmos 6 agentes SHD enquanto Traidores vamos activar uma Caçada a esse mesmo agente, o que parece ser bastante divertido.

Como podem ver, Warlords Of New York, a nova expansão para The Divison 2 é muito mais do que apenas missões extra e um regresso à Novo Iorque do primeiro Division, é um trilhar de um caminho para reanimar todo o jogo e nos levar a mais um ano na companhia do nosso Agente.

Deixa um comentário