Developer: Good-Feel
Plataforma: Nintendo Switch
Data de Lançamento: 29 de Março de 2019

Bem sei que Yoshi não é um dos principais personagens da Nintendo, mas na verdade, é um personagem que sempre gostei. Além de todas as vezes em que o vemos a entrar nas diversas aventuras de Super Mario, já é uma personagem a ter bastantes jogos onde é o protagonista; ele e todos os outros Yoshi’s espalhados pelos seus diversos mundos ou locais onde estes dinossauros habitam.

Dois anos depois do lançamento da Nintendo Switch, chega agora a vez de Yoshi se estrear na consola, com um jogo onde é o personagem principal. Yoshi’s Crafted World é o seu nome e acreditem que irá deixar-vos bastante satisfeitos com o que vão encontrar. Tal como aconteceu com o seu último jogo, Poochy & Yoshi’s Woolly World, aqui também teremos oportunidade de jogar com Yoshi’s de diversas cores, assim como por vezes encontrar o nosso amigo Poochy que nos irá ajudar em diversos níveis.

Mais uma vez teremos como principais vilões Baby Bowser e Kamek, que desta vez decidiram voltar a Yoshi Island com o objectivo de causar o caos. No topo da ilha existe uma pedra que tem encrostadas 5 gemas – diz a lenda que essa pedra possui o poder de realizar os sonhos de qualquer um –, como é fácil perceber, o propósto dos vilões é roubar a pedra só para eles. Ao tentarem fazer isso, os Yoshi’s tentam impedi-los, com uns a puxar por um lado, e outros a puxar por outro, o mais certo seria acontecer asneira, e as 5 gemas que se encontravam encrostadas na rocha saltam com toda a velocidade espalhando-se por toda a ilha. Será a nossa missão recuperar as gemas e voltar a colocá-las na pedra (SunDream Stone).

Mais uma vez iremos caminhar por locais diferentes dos habituais, sendo que neste jogo todo o mundo é feito de cartão e papel. Lembram-se de quando eram crianças e montavam pequenas maquetes de papel? Pois bem, neste jogo todos os locais por onde caminhamos serão assim: pequenas montagens de papel e cartão. Além disso, também apresenta diversas coisas que podemos encontrar no nosso quotidiano, latas de sumo; caricas; tampas plásticas; cordas para segurar pedaços de cartão; assim como alguns ferrinhos que servem para suportar algumas estruturas. A verdade é que a lista de coisas que conseguimos encontrar no jogo é impressionante, pode-se mesmo dizer que o trabalho desenvolvido pela Good-Feel neste jogo nos deixa deslumbrados. Desde o primeiro ao ultimo nível, vocês vão ficar embasbacados com os cenários, e além de apresentarem diferenças em todos os locais que percorremos, tudo está incrivelmente bonito.

Estamos perante um jogo de plataformas ao estilo do 2D, mas em que tudo o que nos é apresentado está em 3D. Apresenta profundidade, já que existem caminhos que nos permitem caminhar para a esquerda e direita, em vez de ser o habitual frente-e-trás que estes jogos 2D nos costumam apresentar. Essa profundidade permite atirar coisas a inimigos que estejam num plano diferente do nosso.

Ao longo dos vários níveis do jogo vamos obtendo diversos itens, desde moedas amarelas, moedas vermelhas e margaridas, sendo estas últimas as mais importantes. E já explicamos porquê, mas primeiro teremos de falar das 5 gemas. Como já disse, estas foram espalhadas por diversas zonas de Yoshi Island, e cada uma dessas zonas apresenta diversos locais com vários níveis; sempre que acabam todos os níveis de um diverso local, podem avançar no mapa, mas no caminho terão uma espécie de guardião que apenas vos deixa passar se pagarem uma quantidade de margaridas. Como é fácil imaginar, quanto mais progredirem no jogo, maior será o custo de cada local, logo, caso não tenham a quantidade suficiente de margaridas para avançar, terão de recuar e voltar a repetir os níveis onde algumas margaridas não foram apanhadas na sua totalidade.

Outra das maneiras de adquirirem margaridas é ao conseguirem completar os objectivos dados pelos níveis. Estes costumam obter um determinado número de moedas amarelas e com isso obtêm uma margarida; outro dos objectivos é conseguirem acabar o nível com a totalidade da vida e ganharam outra margarida, ou, alternativamente, obter num determinado número de moedas vermelhas, que também vos dará outra margarida.

Algo que é de extrema importância é a necessidade de estarmos atento a todos aos cenários. Como já disse, a profundidade é bastante importante, e por isso devem estar sempre prontos a enviar os ovos a tudo o que acharem estranho. Muitos dos cenários são destruíveis e vão dar-vos desde moedas, a margaridas; e até vão descobrir inimigos escondidos. Quanto às moedas, estas servem para algo incrível, e acredito que vão ter uma boa surpresa e recordarem-se de quando eram crianças. Seja como for, essa surpresa tem a ver com os fatos que vão conseguir usar nos Yoshi’s e que já devem ter visto nos vários trailers já apresentados. A quantidade de fatos, o tipo de fatos, e onde os vão adquirir será uma descoberta que só de vocês dependerá!

Voltando aos níveis, não posso deixar de falar de algo que me agrada bastante, e estou a referir-me aos quebra-cabeças que vamos encontrar. Por vezes vão perguntar-se: “como raio vou conseguir avançar?” São quase sempre quebra-cabeças simples, mas que trazem ainda mais conteúdo aos níveis. Um dos exemplos desses quebra-cabeças é quando têm de usar imans para colar nas latas e com isso criarem uma espécie de escadas para conseguirem chegar a locais mais altos. Além desses, existem outros quebra-cabeças, mas nada como vocês também descobrirem e explorarem.

Algo que também não quero deixar de referir é o “Flip Side”, que é um modo que surge na maioria dos níveis e cujo objectivo é encontrarem os três filhotes do Poochy. Se os encontrarem, e em menos de três minutos, então conseguirão todos os objectivos deste modo.

Ahhhh os Bosses! Como me poderia estar a esquecer? No final de cada zona vão ter de derrotar um boss, e como é habitual nestes jogos, os bosses são diferentes de local para local, mantendo sempre aquele costume de terem de lhes acertar num local específico para depois lhe darem o derradeiro golpe. Muito parecido com aquilo que encontravam em Yoshi’s Woolly World.

E falando desse jogo podemos saltar para a jogabilidade.

Para quem jogou Poochy & Yoshi’s Woolly World para a Nintendo 3DS ou Yoshi’s Woolly World para a Nintendo Wii U, vai verificar como a jogabilidade é bastante similar (apresentado também os modos Mellow e Classic). As diferenças são significativas no que toca ao dano que sofremos, mas também aos ovos que apanhamos, quando por exemplo Yoshi come um inimigo. No caso do Mellow Mode em vez de apenas um ovo, somos brindados com dois, além disso Yoshi consegue voar o tempo que quiser, ao contrário do Classic Mode, que apenas o conseguimos por instantes. Obviamente que o Mellow mode é mais a pensar nas crianças, oferecendo assim a Nintendo um jogo que serve ao mesmo tempo para os mais novos, como para os mais velhos.

Antes de falarmos dos gráficos e da música, não posso deixar de referir o modo co-op. Se a jogarem no modo de um jogador já é super divertido, então em co-op cada jogador será um Yoshi, e acreditem que é aqui que Yoshi’s Crafted World consegue atingir o seu auge. É verdade que tudo fica um pouco mais complicado se os jogadores não se conseguirem coordenar, mas é isso que também o torna mais divertido, até porque na verdade este é sem dúvida um jogo que puxa mais pelo divertimento do que pela sua dificuldade, seja no modo Classic ou no Mellow. Logo, este é o local ideal para se divertirem à grande. Se jogarem com os vossos filhos acreditem que vão passar umas boas horas de riso e divertimento.

Passando agora para os gráficos, acima tudo, está bonito e incrível. Cenários magníficos com imensa cor e muita imaginação à mistura. Locais extremamente diversificados, e até os inimigos conseguem estar fantásticos. Quanto às músicas, estas são aquilo que esperamos num jogo destes, nada que nos deslumbre, mas a verdade é que encaixam na perfeição no jogo em questão.

Yoshi’s Crafted World já me tinha convencido na sua versão de demonstração, mas depois de jogar o jogo completo conseguiu superar as minhas expectativas. É um jogo incrível e que me encheu as medidas no que respeita a este tipo de jogos. Divertido, bonito e surpreendente, são três adjectivos que demonstram bem aquilo que vão conseguir encontrar neste jogo. Caso sejam fãs de jogos de plataformas, então acreditem que não se vão arrepender. Depois de um mês de Março cheio de grandes jogos, Yoshi’s Crafted World é a cereja no topo do bolo para este ser um dos melhores meses de 2019 no que a videojogos diz respeito.