Análises

Análises

Análise: The Walking Dead: The Final Season

É inevitável fazer a análise do jogo The Walking Dead: The Final Season e não falar da série que ainda hoje tem um grande sucesso. A série The Walking Dead estreou no final de 2010 e teve um sucesso estrondoso e já conta com nove temporadas. Com este êxito não se fez tardar a passagem […]

Read More

Análise: Travis Strikes Again: No More Heroes

Sempre aplaudi e “venerei” aquelas mentes brilhantes que nos trazem coisas diferentes, e que são capazes de oferecer aos jogadores ideias e conteúdos que não estamos habituados a encontrar, quase sempre nos surpreendendo pela positiva. Numa altura em que a maioria dos estúdios se agarram a modelos preconcebidos cujo sucesso é quase garantido, aparecer alguém […]

Read More

Análise: Resident Evil 2

Se no Salão de Jogos existisse uma rubrica dos jogos da nossa vida, um dos que estaria na minha lista seria sem sombra de duvidas Resident Evil 2 lançado pela Capcom em 1998. Para mim continua a ser o melhor jogo da serie, seguindo-se Resident Evil 3. Depois disso a serie começou a perder-se um […]

Read More

Análise: Beat Saber

Há jogos que à primeira vista podem não ser chamativos ou levar o jogador a desconfiar da sua qualidade. No entanto, é quando as expectativas estão baixas, que por vezes somos agradavelmente surpreendidos com coisas que não estávamos à espera. Beat Saber é uma dessas boas surpresas. O pequeno estúdio de jogos indie Beat Games […]

Read More

Análise: Gear Club Unlimited 2

A Nintendo Switch tem um enorme leque de jogos de sucesso, mas infelizmente, a oferta é bastante curta quando olhamos para a lista de jogos de carros na consola, e se temos o Mario Kart 8 Deluxe, pouco mais podemos adicionar à lista. Em final de 2017, a Eden Games ainda lançou Gear Club Unlimited, mas infelizmente […]

Read More

Análise: Onimusha Warlords

Vai ser muito difícil explicar o que senti ao pegar novamente em Onimusha Warlords. A saga Onimusha a par de Devil May Cry devem ter sido das sagas que mais tempo joguei, voltei a jogar e andei por todos os cantos a “platinar” (na altura não tinha esse nome), e a tentar superar todos os […]

Read More