Depois da apresentação da Nintendo na E3 2021 seguiu-se uma Nintendo Treehouse. Para quem costuma acompanhar os conteúdos da Nintendo, sabe que estas apresentações focam-se na demonstração exaustiva dos seus jogos, muitas vezes com a própria presença dos produtores dos jogos.

Metroid Dread é uma sequela direta de Metroid Fusion, de 2002, e conclui a saga de cinco partes concentrada nos destinos interligados da caçadora de recompensas Samus e dos Metroids, que teve início com Metroid para a NES.

Neste jogo a Samus dirige-se para um misterioso planeta remoto sozinha e é perseguida por uma nova ameaça mecânica, os robôs E.M.M.I. À medida que vão adquirindo habilidades, os jogadores poderão regressar a áreas já visitadas para encontrar novos locais e upgrades escondidos, fazendo jus à tradicional mecânica de jogo de Metroid.

Metroid Dread diria que foi o destaque na Nintendo Treehouse com direito a não um mas dois vídeos de gameplay.

Ao todo é quase uma hora de gameplay do jogo que chega em exclusivo à Nintendo Switch a 8 de outubro.