PlayStation acaba de revelar um novo trailer de Days Goneo Casamento. No vídeo, um passado ideal e um presente cruel colidem quando Deacon, o protagonista, revisita a igreja onde se casou com Sarah, o que demonstra que existe uma história humana no coração de Days Gone, o novo exclusivo para a PlayStation 4 da Bend Studio, que chega já no próximo dia 26 de Abril e que estará totalmente localizado em português.

De salientar que, em Days Gone, muito antes de uma pandemia global devastar o mundo – transformando o noroeste do Pacífico num cenário hostil cheio de Freakers, Marauders e outros que apenas lutam para sobreviver – o Mato de Farewell serviu de palco para um romance improvável entre um antigo motoqueiro marginal e uma jovem extraordinária de Seatle. Foi ali que eles se conheceram, que ele a ensinou a andar de mota e ela lhe ensinou botânica – a primeira razão pela qual ela estava no deserto. Foi ali que ele a pediu em casamento e eles se casaram, numa pequena igreja de Marion Forks, sob o testemunho de um amigo de longa data: William “Boozer” Gray.

Com apenas um toque, o charme e a sinceridade de Sarah sempre foram capazes de acalmar Deacon, permitindo que ele mostrasse o seu lado desajeitado, mas também mais terno. E ele amava-a tanto que, apesar de ter sido membro de longa data do Mongrels MC, decidiu deixar MC e tornar-se um nómada por ela, para que conseguissem passar mais tempo juntos e partilharem uma vida.

Dois anos depois, Sarah desapareceu e Deacon, agora um vagabundo e caçador de recompensas numa terra rodeada pela morte, tem apenas uma fotografia que o recorda a mulher que ele amou e o homem que ela ajudou a que ele se tornasse. Num breve momento de paz na igreja onde trocaram os votos, Deacon reflete sobre tudo o que perdeu e vê o reflexo do homem em que se tornou – abatido, desgastado e solitário.

Mas no Mundo de Days Gone, tu nunca estarás sozinho durante muito tempo. E de uma maneira estranha, Deacon parece dar as boas vindas a uma invasão e fazer qualquer coisa que o ajude a esquecer o seu voto, que foi quebrado: “Prometo que nunca te vou deixar”.