A Raw Fury e o estúdio britânico, Shedworks, demonstrou um pouco mais como Sable, e a sua aventura de mundo aberto 3D, se vai desenrolar. Neste caso com uma questão cultural que marcará a aventura.

Enquanto que nos outros trailers a ação focava-se no meio de transporte da nossa personagem e das paisagens do jogo, aqui ficamos a perceber a questão cultural de toda a gente usar uma máscara.

No mundo de Midden, escolher a máscara que vamos usar é parte central de atingir a maioridade. As crianças usam máscaras neutras, mas como qualquer criança, vão as customizar da forma que lhes apetecer. Na verdade é uma liberdade individual a que todos nós devíamos ter direito. Quando chegamos à maioridade somos enviados para a “Gliding” uma viagem espiritual ao longo do deserto. Para nos ajudar nessa jornada é nos dada uma pedra, e sim, dá-nos o poder de planar.

Ao longo da nossa jornada também vamos ganhando emblemas que podemos trocar ou comprar, assim como novas máscaras com diferentes raízes culturais. Ao que tudo indica chegará um momento em que vamos ter que escolher uma máscara permanente que represente a nossa aventura, o que vai de encontro aquilo que o developer Daniel Fineberg já havia revelado, dizendo que aventura acaba quando quisermos regressar com a nossa personagem a casa.

Recordo que Sable tem uma lindíssima banda sonora a cargo de Japanese Breakfast e que sai já no próximo dia 23 de setembro, no Game Pass, no GOG, na Epic Games Store e no Humble.