Developer: Capcom
Plataforma: Nintendo Switch
Data de Lançamento: 26 de Março de 2021

Depois de ter ficado extremamente agradado com a primeira demonstração de Monster Hunter Rise, a Nintendo e a Capcom voltam a dar-nos a oportunidade de experimentar antecipadamente a segunda demonstração que ficará disponível amanhã, dia 12 de Março.

Não existem grandes diferenças em relação à primeira versão de demonstração lançada no início de Janeiro, a não ser a adição de uma nova missão, em que agora temos a oportunidade de caçar um dos principais monstros do jogo. Agora, além das duas missões de treino, e das duas missões onde temos de derrotar o Great Izuch e o Mizutsune, agora teremos também uma missão para caçar o incrível Magnamalo.

Para quem jogou a primeira demo e percebeu que caçar o Mizutsune já não é pêra doce, vai perceber que tentar caçar o Magnamalo é algo quase infernal, já que é um monstro extremamente impiedoso e que ao mínimo deslize acaba connosco. Por outro lado, também nos prepara seriamente para quando o jogo chegar no dia 26 de Março.

Algo que ambas as versões de demonstração permitem aos jogadores é conhecerem alguns monstros, mas também proporcionarem uma percepção da jogabilidade, assim como as técnicas que podem usar – algo que é de extrema importância para terem sucesso num jogo como este.

É neste aspecto que o novo sistema implementado, o Wirebug – algo completamente novo na franquia – é bastante relevante, primeiro porque permite-nos explorar o mapa de uma maneira nunca antes vista em Monster Hunter (podemos subir zonas bastante altas com uma facilidade enorme), e depois porque permite-nos usar novas estratégias na caçada dos monstros. Irá servir-nos tanto para ataques (podemos atacar os monstros pelo ar usando esta técnica), como permite nos desviarmos dos seus ataques de uma maneira bastante interessante.

Quem teve a oportunidade de jogar Monster Hunter World, lembra-se certamente de ataques de monstros que eram bastante complicados de nos desviarmos devido à sua rapidez e brutalidade. O Wirebug veio melhorar a possibilidade do nosso caçador conseguir fugir de situações de aperto, embora seja necessário ter um certo cuidado, visto que esta é limitada ao número de vezes que podem usar consecutivamente, e depois terão de esperar um certo tempo até conseguirem voltar a usar.

A outra grande novidade é o Wyvern Riding, que nos permite montar os diversos monstros do jogo. Uma técnica incrível, mas que não é fácil conseguirmos usá-la, isto é, não precisam de fazer nada do outro mundo, o que acontece é que apenas funciona depois de alguns golpes específicos, de maneira a este ficar preparado para o montarmos. Esta técnica pode ser usada com dois objectivos, o primeiro é obviamente derrotar o monstro em questão, podendo jogá-lo contra paredes e até mesmo prendê-lo, mas também pode ser usada para lutarem contra outros monstros, infligindo assim muito mais dano por ataque do que a nossa arma daria.

Para os novos jogadores na franquia, a versão demonstração também permite conhecerem bem as várias armas que podem usar, já que todas as armas estão disponíveis para poderem ser usadas, algo que vos dará a percepção de qual se adequa melhor ao vosso estilo. Cada arma tem várias técnicas e golpes com diferentes velocidades, e além disso, armas pesadas dão mais dano apesar de o personagem se movimentar de forma mais lenta, algo que influencia na hora de se desviarem dos ataques ferozes dos monstros.

Infelizmente, a versão demonstração não permite que tenhamos acesso aos atributos dos personagens – nem os ofensivos, nem os defensivos. Isto permitiria dar uma ideia ao jogador do tipo de dificuldade que iríamos encontrar no jogo final, mas, seja como for, durante as várias horas que joguei, quer na primeira demo, quer na segunda demo, tudo me leva a crer que estamos perante um jogo de extrema qualidade. No entanto, é uma conclusão que só poderei tirar depois de colocar as mãos na sua versão final.

Nos últimos dias a Capcom também tem divulgado diversos vídeos de gameplay e realizou dois eventos sobre o jogo, assim como mostrou as várias técnicas que é possível usar por cada arma. Algo que acredito que tenha entusiasmado os fãs da franquia, assim como deixado curiosos os restantes jogadores.

Vale a pena testar já a partir de amanhã esta segunda versão demonstração, e começarem já a prepararem-se para as caçadas finais, que começam no dia 26 de Março em exclusivo na Nintendo Switch.