A Riot Games revelou hoje o seu antecipado jogo tactical shooter, VALORANT, cujo lançamento está planeado para o Verão 2020. Conhecido até agora como “Project A”, VALORANT é um jogo free-to-play focado em perícia, riscos elevados, jogabilidade letal e momentos decisivos que recompensam as estratégias mais criativas. VALORANT coloca duas equipas de 5 jogadores frente-a-frente, ronda após ronda, atacantes vs. defensores, à melhor de 24 rondas.

Em VALORANT, os jogadores selecionam a sua personagem de um extenso elenco de agentes sobrenaturais prontos a lutar, vindos de culturas e locais do mundo real, cada um com habilidades únicas que complementam a jogabilidade de tiro através de informação tática e suporte estratégico, alterando a forma como os jogadores abordam a situação. As habilidades têm o intuito de criar oportunidades táticas para os jogadores darem o tiro certeiro.

“Ao longo do desenvolvimento de VALORANT, queríamos elevar os princípios fundamentais de um tactical shooter: tiros precisos, jogabilidade letal e execução estratégica,” disse a Executive Producer do jogo, Anna Donlon. “Ao adicionar habilidades únicas que complementam a jogabilidade de tiro, acreditamos que estamos a expandir a experiência do tactical shooter tradicional e a trazer algo de novo ao género. O nosso desejo é que VALORANT seja o início de uma relação duradoura com os fãs de FPS táticos em todo o mundo.”

Garantir uma jogabilidade de alta fidelidade e manter a integridade competitiva é o mais importante e, por isso, a Riot Games investiu numa infraestrutura de classe mundial para suportar o jogo, incluindo: servidores gratuitos de 128-tick dedicados para os jogadores de todo o mundo; netcode feito à medida, estrutura global e tecnologia de antifraude própria. VALORANT é um jogo de consequências altas, pelo que os jogadores podem ter certeza de que a sua vitória ou derrota é resultado apenas da sua própria habilidade e estratégia.