Se analisarmos bem a última década, o Sporting Clube de Braga tem sido o clube que, provavelmente, mais promoveu o treinador nacional. Foram vários os treinadores portugueses que se lançaram na equipa da cidade do Minho para outros voos, e Carlos Carvalhal é o mais recente caso de sucesso. Depois de uma época de um óptimo futebol no Rio Ave, deu o salto para o SC Braga, e continuou a identidade de futebol ofensivo que tem sido a sua marca.

Para quem não sabe, as táticas podem ser criadas em Personalizar/Convocatórias/Nova Convocatória. E é importante não esquecer que depois de salvar as alterações, é necessário tornar a tática como favorita (botão do  na PlayStation 4 e botão Y na Xbox One). Têm de ser utilizados os plantéis offline para que a tática apareça como pré-definida.

O 3-4-3/3-5-2 de Carlos Carvalhal

O objectivo de Carlos Carvalhal é promover o bom futebol, e o espelho disso é o seu Braga. Num sistema que podemos considerar assimétrico, a única constante são os três centrais, visto que do meio-campo para a frente, e fruto das várias dinâmicas, são muitas as variantes que vão preenchendo o campo. Nenhuma linha defensiva se sente segura quando enfrenta o Braga, tantas são as movimentações em campo, seja no ataque à profundidade, como na penetração dos médios pelo corredor central. O seu lado esquerdo é um perigo constante graças às acções de Galeno, mas também o direito é cirúrgico, devido à agressividade de Ricardo Horta.

Indo às instruções, no separador das Táticas, escolheremos estas opções:

 Estilo Defensivo (Pressionar no erro)

 Largura (5/10)

 Profundidade (7/10)

 Estilo Ofensivo (Passe Longo)

 Largura (7/10)

 Jogadores na área (7/10)

Paga-nos o café hoje!

Matheus é hoje um dos grandes guarda-redes em Portugal e talvez aquele que melhor desempenha o papel de guarda-redes líbero; Tormena, Raúl e Borja são os três centrais, onde o colombiano tem o papel especial de, além de funcionar como central, transportar a bola quase como um lateral, penetrando o espaço que tem à frente; Musrati é um dos pivots defensivos da Liga Portuguesa, e tem a missão de equilibrar a zona à frente dos centrais, atrasando as transições ofensivas adversárias; Fransérgio é outro médio de enorme qualidade, e com uma chegada à área mortífera; Esgaio, do lado direito, é médio/lateral que oferece profundidade e equilíbrio simultaneamente, enquanto que no corredor oposto, Galeno é um autêntico quebra-cabeças, cuja função principal de desequilibrar; Gaitán tem a missão importante de compreender os momentos da equipa, e tanto joga entrelinhas, como se junta ao ataque como um terceiro avançado, e até fecha o corredor central no momento defensivo; Sporar é o ponta-de-lança que veio substituir o internacional português Paulinho, e procura frequentemente o espaço, mas jogando em apoio, quando é necessário, a quem se junta Ricardo Horta, que do lado direito funciona quase como um segundo avançado.

Eis as Instruções individuais:

 Matheus (GR) Defendendo Cruzamentos Equilibrado; Defendendo Fora da Área Guarda-Redes Líbero

Borja (DCE) Apoio Atacante Juntar-se ao Ataque; Interceções Interceções Normais

Raúl (DC) Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais

Tormena (DCD) Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais

Galeno (ME) Apoio Defensivo Apoio Defensivo Básico; Criação de Oportunidade Ficar na Ala; Desmarcação de Apoio Apoio Curto; Apoio nos Cruzamentos Subir à Área para Cruzamentos; Interceções Interceções Normais

Fransérgio (MC) Apoio Atacante Subir para o Ataque; Apoio nos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado; Interceções Interceções Normais; Liberdade Posicional Ficar na Posição; Posição Defensiva Cobrir Centro

Musrati (MDC) Atitude Defensiva Defesa Equilibrada Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais; Posição Defensiva Cobrir Centro

Esgaio (MD) Apoio Defensivo Recuperar Posição Defensiva; Criação de Oportunidade Ficar na Ala; Desmarcação de Apoio Apoio Equilibrado; Apoio nos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado; Interceções Interceções Normais

Gaitán (MCO) Apoio Defensivo Recuperar Posição Defensiva; Apoio nos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado; Liberdade Posicional Liberdade de Movimentos; Interceções Interceções Normais

Sporar (PL) Desmarcação de Apoio Largura Equilibrada; Desmarcação Ofensiva Ataque Misto; Interceções Interceções Normais; Apoio Defensivo Apoio Defensivo Básico

Ricardo Horta (AD) Desmarcação de Apoio Largura Equilibrada; Desmarcação Ofensiva Aparecer nas Costas; Interceções Interceções Normais; Apoio Defensivo Apoio Defensivo Básico

Vantagens:  

– Transições ofensivas agressivas

– Um excelente aproveitamento da largura

– O corredor direito desequilibra a cada ataque

 Desvantagens:

– Algum espaço oferecido nas laterais, especialmente do lado esquerdo

– Transição defensiva com menos elementos

Quem gosta de um futebol ofensivo e imprevisível de certeza que vai adorar o modelo de Carlos Carvalhal. Jogado em toda a largura do campo, uma recuperação de bola é suficiente para rasgar toda a defesa adversária, sendo possível jogar num ritmo lento, ou com uma maior rotação. Um dos esquemas táticos mais versáteis em Portugal.

Vejam o vídeo completo e explicativo:

Outros Sistemas táticos:

O Benfica de Jorge Jesus

O Sporting de Ruben Amorim

O Porto de Sergio Conceição