Goste-se ou não do estilo, são inegáveis os milagres que Diego Simeone já operou no Atlético de Madrid. Aquilo que o clube espanhol já ganhou sob o seu comando, provavelmente nem no horizonte dos adeptos mais optimistas estaria, especialmente quando os dois principais rivais se chamam Real Madrid e Barcelona. Entre as conquistas estão duas Ligas Espanholas, duas Ligas Europa, e duas presenças em finais da Liga dos Campeões. Um registo verdadeiramente impressionante.

Para quem não souber, as táticas podem ser criadas em Personalizar/Convocatórias/Nova Convocatória. E é importante não esquecer que depois de salvar as alterações, é necessário tornar a tática como favorita (botão do na PlayStation 4 e PlayStation 5 e no botão Y na Xbox One e Xbox Series). Têm de ser utilizados os plantéis offline para que a tática apareça como pré-definida.

O 3-5-2 de Diego Simeone

Sim, é verdade. Quando até o treinador argentino que era tão fiel ao 4-4-2 se converte a um sistema de três centrais, é porque esta moda veio mesmo para ficar. No entanto, dadas as ideias de Simeone, é uma evolução que faz sentido, já que lhe permite ter um maior desdobramento a atacar, mas sem perder a segurança defensiva tão característica do seu modelo. Esta mudança deu-se a meio da segunda volta da época passada, e a julgar pela pré-temporada, será para manter em 2022/2023. E não nos esqueçamos, foi uma abordagem que, na Liga dos Campeões, deu imensos problemas ao Manchester City de Pep Guardiola, onde apenas conseguiu passar a eliminatória pela margem mínima.

No separador das Táticas colocaremos o seguinte:

Estilo Defensivo (Pressionar no Erro)

Largura (38)

Profundidade (45)

Construção de Jogo (Equilibrado)

Criação de Oportunidades (Desmarcações Atacantes)

Largura (55)

Atletas na área (5/10)

Paga-nos o café hoje!

Na baliza, Oblak é absolutamente intocável, sendo ainda um dos melhores guarda-redes da actualidade; como centrais, os mais utilizados têm sido Reinildo (num híbrido entre defesa esquerdo e central descaído para esse lado), Giménez e Savic; como médios-alas, no lado esquerdo temos Carrasco, com uma função declaradamente mais atacante, e do lado direito Llorente, com uma missão de apoio e equilíbrio; Kondogbia é médio defensivo e um dos pilares da equipa, com Koke do seu lado esquerdo, e De Paul do lado direito, que tratam de fazer as ligações pelo miolo; na frente, depois da saída de Luis Suárez, é previsível que seja João Félix a assumir a posição de avançado ao lado de Griezmann, que joga bastante livre no ataque.

Oblak (GR) Defendendo Cruzamentos Sai aos Cruzamentos; Defendendo Fora da Área Equilibrado

Reinildo (DCE) Apoio Atacante Juntar-se Ataque; Interceções Interceções Normais Posição Defensiva Ficar na Posição

Giménez (DC) Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais Posição Defensiva Ficar na Posição

Savic (DCD) Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais Posição Defensiva Ficar na Posição

Carrasco (ME) Apoio Defensivo Recuperar Posição Defensiva; Criação de Oportunidade Ficar na Ala; Desmarcação de Apoio Aparecer nas Costas Apoio dos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado Interceções Interceções Normais

Llorente (MD) Apoio Defensivo Recuperar Posição Defensiva; Criação de Oportunidade Largura Equilibrada; Desmarcação de Apoio Apoio Curto Apoio dos Cruzamentos Na Linha da Área no Cruzamento Interceções Interceções Normais

Kondogbia (MDC) Atitude Defensiva Defesa Equilibrada; Apoio Atacante Ficar Atrás Durante Ataque; Interceções Interceções Normais; Posição Defensiva Cobrir Centro Liberdade Posicional Ficar na Posição

Koke (MCE) Apoio Atacante Ataque Equilibrado; Apoio nos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado; Interceções Interceções Normais Liberdade Posicional Ficar na Posição; Posição Defensiva Cobrir Centro

De Paul (MCD) Apoio Atacante Ataque Equilibrado; Apoio nos Cruzamentos Subir para Centros Equilibrado; Interceções Interceções Normais Liberdade Posicional Ficar na Posição; Posição Defensiva Cobrir Centro

João Félix (AC) Desmarcação de Apoio Largura Equilibrada; Desmarcação Ofensiva Ataque Misto; Interceções Interceções Normais; Apoio Defensivo Apoio Defensivo Básico

– Griezmann (MOC) Apoio Defensivo Recuperar Posição Defensiva; Apoio nos Cruzamentos Subir à Área para Cruzamento; Liberdade Posicional Liberdade de Movimentos; Interceções Interceções Normais

O Atlético vai novamente correr por fora na Liga Espanhola, mas os últimos anos mostraram que é um erro desconsiderar o histórico clube de Madrid. Simeone já demonstrou que no futebol o sucesso tem várias formas de ser atingido, e prepara-se agora para consolidar a sua nova vertente.

Vantagens:

– Uma organização defensiva fortíssima

– Excelente resposta em transição defensiva

– Dinâmicas interessantes no ataque

Desvantagens:

– Não é um modelo que ataque com muitos elementos

Deixa um comentário